'Dormir bem é ter vida.' Dorminhoco.com

Falta de sono pode afetar a economia de um país

Capa post - Falta de sono pode afetar a economia de um país

Texto: Postado em Estudos por Caio Cesar no dia 26 de Junho de 2019 .

Dormir mal pode ser considerado um problema que atinge a saúde pública. Segundo fontes científicas [1], um em cada três adultos sofre de insônia em todo o mundo. A revista SLEEP divulgou um estudo feito pela Universidade de Oxford Press, que destaca uma relação muito próxima entre a insônia e um possível impacto negativo gerado na economia.

Pesquisas realizadas há alguns anos revelaram que queixas ligadas a noites mal dormidas era algo comum. Em outras palavras, entre 20% - 30% dos participantes das pesquisas reclamaram noites melhores de sono. Estes indivíduos pertenciam a países ocidentais. Contudo, investigações recentes apontam um número crescente de pessoas que ainda passam por noites em claro.

Cerca de 35% dos adultos, que vivem nos EUA, não aproveitam as sete horas recomendadas de sono; aproximadamente 30% dos canadenses dizem não dormir o suficiente; quase 37% das pessoas que vivem no Reino Unido afirmam dormir mal; 28% dos singapurianos e 26% dos franceses confessam ter uma péssima rotina de sono.

Os estudiosos responsáveis pela referida pesquisa buscaram medir as consequências econômicas relacionadas ao sono mal aproveitado. Constatou-se, por parte dos trabalhadores, um estado de alerta diurno prejudicado, estendendo-se por quase todos os dias da semana. Em seguida, os pesquisadores analisaram o resultado dos custos financeiros que eram revelados por dados nacionais.

São custos que envolvem a parte financeira ligada à atenção médica, além da perda de produtividade e outros custos nacionais que têm tudo a ver com a falta de bem-estar. 

Referência bibliográfica:
[1] https://www.sciencedaily.com/releases/2018/06/180604093111.htm

 

Comentários

Leia também...

Dormir mal engorda?

Pular uma única noite de sono causa mudanças na atividade cerebral, o que desperta a necessidade de consumir mais gordura durante o dia, segundo a descoberta feita por um estudo. Este mesmo estudo aponta a diferença entre a falta de sono e o risco de obesidade.  “A principal descoberta desse estudo é que uma única noite de sono perdida ou de pouco sono... Leia o artigo »

06/03/2015

Estudo mostra que pouco sono está ligado à doença de Alzheimer

Cientistas da UC Berkeley descobriram evidências convincentes de que o sono precário - particularmente um déficit do sono profundo e restaurador necessário para salvar as informações das memórias - é um canal através do qual a proteína beta-amilóide, que desencadeia a doença de Alzheimer, ataca o cérebro a lo... Leia o artigo »

30/10/2018

Falta de sono pode causar enxaqueca diz estudos

Se você sofre com enxaqueca, talvez seja necessário prestar mais atenção no seu sono. Vários estudos mostraram que problemas no sono como insônia, apneia do sono, ronco podem ser o gatilho para crises de enxaqueca. A enxaqueca é causada quando as células nervosas hiperativas enviam impulsos para os vasos sanguíneos, fazendo os vasos se c... Leia o artigo »

28/03/2015

Aparelho CPAP pode reduzir a frequência cardíaca em pré-diabéticos

Levando em consideração pacientes pré-diabéticos, que sofrem de apneia obstrutiva do sono, usar aparelho CPAP proporciona a eles melhor ritmo cardíaco durante o sono, favorecendo a saúde cardiovascular. Esta afirmação parte de um experimento controlado e randomizado (isto é, com a introdução de um elemento aleatóri... Leia o artigo »

01/03/2019

Pouco sono provoca solidão e rejeição social

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Berkeley, descobriram, através de estudos científicos, que as pessoas privadas de um tempo saudável de sono sentem-se mais solitárias e evitam se envolver socialmente com outras pessoas. O estudo também revela que esse comportamento alienante tem resultados ainda mais devastadores, uma vez que esses indiví... Leia o artigo »

11/09/2018