'O sono é doce para o trabalhador.' John Bunyan

Falta de sono pode afetar a economia de um país

Capa post - Falta de sono pode afetar a economia de um país

Texto: Postado em Estudos por Caio Cesar no dia 26 de Junho de 2019 .

Dormir mal pode ser considerado um problema que atinge a saúde pública. Segundo fontes científicas [1], um em cada três adultos sofre de insônia em todo o mundo. A revista SLEEP divulgou um estudo feito pela Universidade de Oxford Press, que destaca uma relação muito próxima entre a insônia e um possível impacto negativo gerado na economia.

Pesquisas realizadas há alguns anos revelaram que queixas ligadas a noites mal dormidas era algo comum. Em outras palavras, entre 20% - 30% dos participantes das pesquisas reclamaram noites melhores de sono. Estes indivíduos pertenciam a países ocidentais. Contudo, investigações recentes apontam um número crescente de pessoas que ainda passam por noites em claro.

Cerca de 35% dos adultos, que vivem nos EUA, não aproveitam as sete horas recomendadas de sono; aproximadamente 30% dos canadenses dizem não dormir o suficiente; quase 37% das pessoas que vivem no Reino Unido afirmam dormir mal; 28% dos singapurianos e 26% dos franceses confessam ter uma péssima rotina de sono.

Os estudiosos responsáveis pela referida pesquisa buscaram medir as consequências econômicas relacionadas ao sono mal aproveitado. Constatou-se, por parte dos trabalhadores, um estado de alerta diurno prejudicado, estendendo-se por quase todos os dias da semana. Em seguida, os pesquisadores analisaram o resultado dos custos financeiros que eram revelados por dados nacionais.

São custos que envolvem a parte financeira ligada à atenção médica, além da perda de produtividade e outros custos nacionais que têm tudo a ver com a falta de bem-estar. 

Referência bibliográfica:
[1] https://www.sciencedaily.com/releases/2018/06/180604093111.htm

 

Comentários

Leia também...

O alcoolismo pode agravar a insônia

Estudos revelam que consumir bebidas alcoólicas põe em risco a qualidade do sono. Temos, aqui, uma conclusão constatada a partir de 135 estudos [1], todos ligados a quatro bases internacionais de dados - Pubmed, Medine, Embase e Google Scholar. São pesquisas realizadas com homens e mulheres falantes da língua inglesa. Assim, tais estudos analisaram, de ... Leia o artigo »

24/04/2019

Entendendo os estágios, fases e tipos de sono

Durante o sono, seu corpo descansa e restaura os níveis de energia. Mas não é só isso, como muitos pensam. Uma série de eventos complexos acontecem regularmente toda noite enquanto dormimos. Uma boa noite de sono é a melhor maneira de ajudá-lo a resolver problemas, aliviar o estresse e se recuperar de doenças. O sono é composto po... Leia o artigo »

10/02/2014

Estudo mostra que pouco sono está ligado à doença de Alzheimer

Cientistas da UC Berkeley descobriram evidências convincentes de que o sono precário - particularmente um déficit do sono profundo e restaurador necessário para salvar as informações das memórias - é um canal através do qual a proteína beta-amilóide, que desencadeia a doença de Alzheimer, ataca o cérebro a lo... Leia o artigo »

30/10/2018

Soneca pode ajudar a recuperar o sono perdido

Um estudo descobriu que uma soneca à tarde talvez reduza os danos causados pela falta de sono à noite. Aparentemente, sonecas durante a tarde podem ajudar a restaurar hormônios e proteínas envolvidas no estresse e no bom funcionamento do sistema imunológico. O estudo incluiu 11 homens saudáveis com idades entre 25 - 32 anos. Os pesquisadores deixaram os vol... Leia o artigo »

23/02/2015

Estimular o cérebro durante a noite melhora a memória

Novas pesquisas feitas em humanos – através de métodos não invasivos – comprovaram que o estímulo cerebral durante a noite resulta em uma melhora expressiva da memória. Esses resultados, publicados no JNeurosci, vieram de um projeto financiado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, visando entender melhor todo o processo de consolidaç&... Leia o artigo »

14/08/2018