'Por bons sonhos e belas noites de sono.' Dorminhoco.com

Óleo essencial de Menta Piperita - Benefícios e dicas de uso

É fato: a medicina alternativa veio para nos surpreender positivamente! São tantas opções, tantas utilidades... Nossa loja virtual, que possui diversos produtos para dormir, disponibiliza também uma linha preciosa de óleos essenciais. Dentre eles, hoje nós apresentaremos o óleo essencial de menta piperita, também chamada de hortelã-pimenta, não deixando de pontuar 32 benefícios oferecidos por este óleo. Você não vai perder esta oportunidade, né? Boa leitura!

A menta piperita produz um óleo essencial poderoso, graças aos seus excelentes componentes químicos. Seu aroma é bem característico e ao mesmo tempo agradável, exalando um delicioso aroma mentolado. Cheirá-lo eleva o ânimo, promove o frescor e acalma o corpo. O óleo de piperita é tão multifuncional quanto o de lavanda, você sabia? Não?! Então, venha saber mais com a gente...

1 - Características importantes

  • Óleo essencial: 100% puro e natural
  • Descrição olfativa: fresco, mentolado, penetrante
  • Precauções: as contraindicações serão mencionadas no final do artigo
  • Nome científico: Mentha Piperita

2 - Histórico da Utilização

Em primeiro lugar, trata-se de uma planta híbrida – quer dizer, uma planta que, cientificamente falando, corresponde a dois tipos de planta: a Mentha aquatica (watermint) e a Menta spicata (spearmint). A piperita é uma planta de origem europeia, sendo uma das mais antigas dentro da medicina alternativa.

Segundo fontes informativas: esta mesma planta e seu óleo vêm sendo usados desde o período antes de Cristo, também passando pelas mãos de egípcios e romanos. Outros dados apontam sua participação na antiga medicina popular japonesa e chinesa. Desde o meado do século XVIII, a menta piperita é comercializada na Inglaterra.

No mais, percorrendo as páginas da mitologia greco-romana, reza a lenda que Plutão, deus dos mortos, lançou uma maldição sobre a ninfa Menta, transformando-a em erva para que as próximas gerações a apreciassem para sempre.

O óleo essencial de menta piperita é extraído da parte superior da planta, não descartando sua flor. O método de extração é a destilação a vapor. Contudo, este elemento da medicina alternativa pode ser utilizado para eliminar o mau hálito, além de combater as dores estomacais, aliviar as dores de cabeça, oferecer agentes antimicrobianos, interromper os problemas digestivos, estimular a clareza mental, relaxar os músculos, limpar o sistema respiratório, dar mais energia ao corpo, entre outros benefícios.

3 - Principais componentes terapêuticos e nutricionais

  • Mentol (álcool)
  • Acetato metílico (éster)
  • Carvona
  • Jasmona
  • Mentona (cetona)
  • Carvacrol (fenol)
  • Limoneno
  • Felandreno (terpenos)

Seus componentes principais são: (1) Mentol (menthol) /cânfora de hortelã (presente em até 35 - 45%); (2) Mentona (cetona) (presente em até 10 – 30%).

Em geral, no que diz respeito à atuação de suas propriedades medicinais, este óleo, após ser aplicado na pele, aquece-a em ambientes frios ou a refresca em ambientes de temperatura elevada.

A partir de agora, vamos conhecer os benefícios oferecidos por esta planta magnífica, sem deixar de mencionar imperdíveis dicas de uso.

4 - Benefícios do Óleo Essencial de Menta Piperita (Hortelã-Pimenta):

4.1 - Gases e má digestão

A menta piperita é a solução contra a má digestão e o desconforto estomacal. Ela atua como um carminativo natural, reduzindo os gases intestinais à medida que relaxa os músculos do abdômen e dos próprios intestinos. Além disso, as câimbras são eliminadas e o inchaço reduzido.

Como usar o óleo essencial de menta piperita contra os gases e má digestão:

  • (I) Aplicando na pele: misture 2-3 gotas de óleo de menta piperita com 1 colheradazinha de algum óleo portador, como o de oliva e, então, massageie o estômago com esta mistura.
  • (II) Fazendo uso interno: em um copo de água morna, adicione 1 gota deste óleo e uma colheradazinha de mel. Em seguida, misture e beba antes de cada refeição.

4.2 - Náuseas

De acordo com um estudo realizado em 2013, o óleo essencial de menta piperita é capaz de reduzir as náuseas causadas pelas sessões de quimioterapia. Afirmou-se, também, que este óleo não apenas reduz significativamente este mal-estar, como também é aproveitável para tratar 70% - 80% dos pacientes que têm câncer e sofrem de náuseas.

Como usar o óleo essencial de menta piperita contra as náuseas:

  • (I) Aplicando na pele: misture 1-2 gotas de óleo de piperita com a mesma quantidade de algum óleo portador, seja de coco, seja de jojoba. Logo, esfregue esta mistura atrás das orelhas.
  • (II) Usando em um difusor: o aroma deste óleo pode diminuir o mal-estar gerado pelas náuseas.
  • (III) Inalando diretamente: em caso de náuseas ou enjoo, inale o óleo de menta piperita direto do frasco, ou você pode aplicar 1 gota em cada punho.

4.3 - Dor estomacal

Os efeitos gerados pelo óleo de menta piperita vão além daquilo que os olhos podem ver... Este óleo acalma os músculos gastrointestinais e estimula a produção de biles. Isso, aliás,ajuda a decompor as moléculas de gordura e facilita a passagem do alimento pelos intestinos. Este óleo também se converte em um remédio contra a azia e os incômodos estomacais. Adotá-lo a fim de eliminar a queimação estomacal destruirá o vulcão que ocupa seu estômago.

Atenção! O óleo de menta piperita relaxa o músculo do esfíncter que separa o estômago do esôfago, visto que se você sofre de refluxo gastroesofágico, isso pode piorar sua acidez estomacal. Antes de iniciar qualquer tratamento com o óleo essencial de menta piperita, consulte seu médico ou um profissional capacitado.

Como usar o óleo essencial de menta piperita contra acidez e dor estomacal:

  • (I) Aplicando na pele: misture 2-3 gotas de óleo de menta piperita com 1 colheradazinha de algum óleo portador, como o de coco, e massageie o estômago com esta mistura.
  • (II) Fazendo uso interno: em um copo de água morna, adicione 1 gota de óleo de menta, 1⁄2 colheradazinha de vinagre de maçã e 1 colheradazinha de mel. Misture e beba.

4.4 - Resfriado

Um de seus principais componentes químicos, o mentol, é a solução contra a gripe e o resfriado, pois funciona como anti-inflamatório e antibacteriano natural. Assim, elimina-se a congestão, a bronquite e a infecção sinusal (popularmente chamada de sinusite). Como efeito, este óleo não apenas age como descongestionante, como também ajuda a retirar a mucosidade das vias nasais.

Como usar o óleo essencial de menta piperita em caso de resfriado:

  • (I) Inalando diretamente: é simples! Basta abrir o frasco e inalar profundamente seu aroma. O resultado será imediato: vias respiratórias abertas e sentidos renovados. Experimente!
  • (II) Aplicando na pele: misture 2-3 gotas de óleo de menta piperita com um óleo portador, como o de coco ou de oliva, e utilize esta mistura para massagear o peito a fim de aliviar a congestão.
  • (III) Inalação a vapor: primeiro passo, adicione 8-10 gotas de óleo de menta piperita em um recipiente com água fervendo. Em seguida, coloque uma toalha sobre a cabeça e inale o vapor do recipiente durante 5-10 minutos. O vapor ajuda a desprender e retirar o catarro das vias respiratórias.
  • (IV) Usando em um difusor: adicione 5 gotas de óleo de menta piperita e 5 gotas de óleo essencial de eucalipto em um difusor. Assim, você poderá inalá-lo durante toda a noite.

4.5 – Dor de garganta

O mentol é o responsável por curar a garganta inflamada. Ademais, suas propriedades antibacterianas naturais protegem a garganta das infecções, enquanto que seus agentes anti- inflamatórios reduzem o inchaço.

Como usar o óleo de menta piperita para dor de garganta:

  • Adicione 1-2 gotas de óleo de menta piperita em um copo de água morna. Faça gargarejos com a mistura e, logo, você eliminará a inflamação, destruirá bactérias e acabará com a dor. Você também pode adicionar 1⁄2 colheradazinha de sal grosso para ampliar a ação benéfica da mistura.

4.6 – Congestão nasal

Sabemos perfeitamente o quanto incomoda a sensação causada pela congestão nasal. Respirar se torna uma ação dificultosa e a cabeça fica pesada. Contra isso, o óleo de menta piperita reduz a inflamação e o nível de catarro nos seios nasais, abrindo as vias respiratórias.

Como usar o óleo de menta piperita para a congestão nasal:

  • (I) Inalação a vapor: adicione 5 gotas de óleo de menta piperita e 5 gotas de óleo de eucalipto em um recipiente com água fervendo. Em seguida, coloque uma toalha sobre a cabeça e inale o vapor do recipiente durante 5-10 minutos ou até a mistura ficar fria.
  • (II) Utilize-o em seu umidificador: de acordo com maioria dos especialistas, tornar o ar mais úmido faz bem às pessoas que sofrem de sinusite. Que tal unir o útil ao agradável? Ao usar o umidificador, adicione umas gotinhas de óleo de menta piperita. Isso beneficiará seus pulmões, além de eliminar a congestão nasal.

4.7 - Tosse

Para vencer a batalha contra a tosse, os agentes medicinais deste óleo agem como descongestionante, livrando a congestão do peito, pois reduz o muco e, então, diminui a tosse. Agora, passaremos a pequena receita de um balsamo natural para quem deseja se livrar da tosse ou da congestão:

  • 1⁄2 xícara de óleo essencial de coco ou oliva
  • 2 colheradas de pastilhas de cera de abelha
  • 15 gotas de óleo de menta piperita
  • 20 gotas de óleo de eucalipto (contém, como ingrediente ativo, o Eucalyptol, que é supressor natural da tosse)

Passo 1: Derreta a cera de abelha e o óleo portador em uma panela de caldeira dupla.

Passo 2: Adicione os óleos essenciais.

Passo 3: Mexa e despeje a mistura em um recipiente (seja um pote pequeno ou um recipiente de vidro) e deixe um pouco de repouso. Uma vez
pronto, aplique-o no peito e na sola dos pés. Após usá-lo, guarde o recipiente em um lugar
seco e fresco. Aplique-o quantas vezes for necessário.

4.8 - Cólicas

As cólicas não deixam seu bebê dormir? Não se preocupe, pois este óleo pode ser a solução. Na maioria das vezes, a cólica causa um choro que pode durar mais de três semanas, prolongando-se por pelo menos três horas durante três dias. Sabe-se que este mal-estar piora à noite e, de fato, ocorre com pontualidade.

Por outro lado, o óleo de menta piperita possui propriedades antiespasmódicas, capazes de eliminar os espasmos intestinais e do cólon, à medida que libera os gases presos na região do abdômen.

Como usar o óleo de menta piperita contra a cólica:

  • (I) Aplicando na pele: misture 1-2 gotas de óleo de menta piperita com 1 colherada de óleo portador, como o de jojoba, o de oliva ou o de coco, e massageie o estômago e o peito do bebê e, em seguida, deite-o. Repita este ritual todas as noites.

4.9 - Febre em crianças

O mentol, além de seus diversos benefícios, também é recomendado para baixar a febre das crianças.

Como reduzir e tratar a febre com o óleo de menta piperita:

  • (I) Aplicando na pele: misture 2-3 deste óleo com um óleo portador, como o de coco ou de oliva, e esfregue esta mistura no pescoço e sob a sola dos pés da criança para diminuir sua febre. Esfregando-o na sola dos pés o óleo será absorvido com facilidade.

Atenção! Pelo fato de o óleo de menta piperita ser “quente”, sempre o misture com um óleo portador, como o óleo de coco ou de oliva quando usá-lo nas crianças. Caso a febre continue, consulte imediatamente um médico.

4.10 - Dentição

O nascimento dos primeiros dentinhos causa dor e incomoda bastante os bebês. Por ser um excelente analgésico natural, seu efeito é um alívio refrescante que, consequentemente, elimina a irritabilidade.

Como usar o óleo de menta piperita em caso de dentição:

  • (I) Aplicando nas gengivas: misture 1 gota de óleo de menta piperita com uma 1 gota de óleo de coco ou de oliva. Em seguida, esfregue e massageie a área das gengivas.

4.11 - Congestão em crianças

Se seu filho(a) sofre de congestão, redobre os cuidados na escolhe dos medicamentos! Evite medicamentos sem receita e que tenham ingredientes artificiais, pois podem causar mais danos que benefícios. Longe destes riscos, quer utilizar um medicamento natural? Então, dê uma chance ao óleo de menta piperita!

Como usar o óleo de menta piperita para eliminar a congestão em crianças:

  • (I) Aplicando na pele: misture 1-2 de óleo de menta piperita com 1 colheradazinha de um óleo portador, como o de jojoba, oliva ou coco, e massageie o peito e a sola dos pés. Saiba que esta região dos pés é menos sensível e menos propensa a ter reações negativas mediante óleos “quentes”. Passar óleo essencial na sola dos pés faz com que ele seja facilmente absorvido pela corrente sanguínea.

4.12 - Dor muscular

Após uma longa viagem ou sofrer um baita escorregão, é inevitável que a dor e o inchaço afetem os músculos. Porém, nem tudo está perdido: o óleo de menta piperita oferece a cura, pois seus agentes medicinais relaxam o músculo e diminui a inflamação, proporcionando o tão esperado alívio.

Como usar o óleo de menta piperita para os músculos doloridos:

  • (I) Massagem: combine 5-10 gotas deste óleo em 1-2 colheradazinhas de óleo portador, como o de coco ou de moringa (contém propriedades anti-inflamatórias). Por fim, massageie os músculos doloridos.
  • (II) Banho quente: adicione 20 gotas de óleo essencial de eucalipto ao banho, tomado preferencialmente com água quente. Inclua no mesmo banho 2 xícaras de sal Epson. Assim, a vitalidade de seus músculos será restaurada.

4.13 - Dor nas articulações

O óleo de menta piperita é uma combinação que une o efeito do analgésico com o do anestésico, sendo eficiente para diminuir a inflamação e a dor que afeta as articulações. Aqui está a solução para se livrar de doenças como a artrite reumatoide e a artrose. Experimente já!

Como usar o óleo de menta piperita para dor nas articulações e a artrite:

  • (I) Mistura de massagem: 8-10 gotas de óleo de menta, 8-10 gotas de óleo de eucalipto e de 1 a 1 1⁄2 colheradas de óleo portador, como o de coco ou de moringa. Misturando estes ingredientes, você terá em mãos um bálsamo contra a dor causada pela artrite, por mais potente que ela seja.
  • (II) Aplicando na pele: utilize, em média, 2 colheradas de óleo de coco ou de oliva, adicionando 8-10 de óleo de menta piperita. Passe esta mistura nas articulações afetadas, quantas vezes for necessário.

4.14 - Dor de cabeça/enxaqueca

Se você tem constantemente dores de cabeça, ora por conta do estresse, ora por ter uma pré-disposição genética, o óleo de menta piperita é a solução.

Diversos fabricantes têm incluído o óleo de menta piperita em seus medicamentos, de modo que ajuda a eliminar a dor de cabeça, ainda que muitas pessoas desconheçam a presença do óleo naquilo que está sendo ingerido.

Como usar o óleo de menta piperita para dor/enxaqueca:

  • (I) Aplicando na pele: misture umas gotas de óleo de menta piperita com um óleo portador, como o de jojoba ou tamanu (ótimo para tratar a pele!). Em seguida, massageie as têmporas, a
    fronte e o pescoço para obter um alívio rápido e refrescante.

4.15 - Acne

Se você sofre por ter espinhas em excesso, relaxe, pois temos uma boa novidade para você! Este óleo livra os poros de qualquer obstrução, controla as secreções liberadas através da pele, evita a propagação da acne e proporciona um alivio curativo. Quer coisa melhor?

Como usar o óleo de menta para a acne:

  • (I) Aplicando na pele para eliminar manchas relacionadas à acne: misture 1 gota de óleo de menta piperita e 1 gota de óleo de eucalipto, adicionando 6-8 gotas de água. Molhe uma bola de algodão na mistura e aplique diretamente sobre as espinhas. Atenção! Não passe o algodão nos olhos, nem no nariz ou boca. Para que tenha um melhor resultado, aplique o algodão à noite e deixe-o no local desejado até o dia seguinte.

4.16 - Para cuidar do rosto

Que tal ter uma aparência mais saudável? Para isso, você não precisa comprar produtos vendidos em lojas ou farmácias, mas sim, ter em mãos o óleo de menta piperita. Ele tem o poder de fazer maravilhas em sua pele! Confira esta receita:

  • (I) Criando um esfoliante facial e natural: em 2 colheradas de óleo de oliva, moringa ou tamanu, adicione 5 gotas de óleo de menta piperita e uma colherada de sal rosa fino natural. Misture os ingredientes secos e adicione o óleo – não se esqueça de misturá-los bem! Em seguida, lave o rosto, aplique a mistura e o massageie lentamente. Repita este processo duas vezes por semana.

4.17 - Lábios rachados

Lábios rachados é um mal que afeta as pessoas em dias frios. Para tratá-los, restaurando sua maciez e sua cor natural, o óleo de piperita é uma opção recomendável.

Como usar o óleo de menta piperita nos lábios:

  • 6 colheradazinhas de pastilhas de cera de abelha (ou cera de abelha ralada)
  • 6 colheradazinhas de manteiga de carité
  • 6 colheradazinhas de óleo de coco
  • 20 gotas de óleo essencial de menta piperita

Coloque os três primeiros ingredientes em uma panela de caldeira dupla até derretê-los. Adicione o óleo de menta. Misture e encha recipientes ou tubos de bálsamo labial. Espere esfriar antes de usar.

4.18 - Coceira

A ação anti-inflamatória deste óleo é eficaz contra coceira na pele.

Como usar o óleo de menta em caso de coceira:

  • (I) Aplicando na pele: combine 1 colherada de óleo portador – como o de moringa – com 5-7 gotas de óleo de menta piperita e, por fim, aplique na área afetada. A fim de tratar doenças dermatológicas, como a psoríase e a eczema, você pode adicionar 5-7 gotas de óleo essencial de sândalo para acelerar o processo de cura na pele.

4.19 - Queimaduras solares

Cuidados especiais são indispensáveis ao tratar as queimaduras causadas pelo sol. Utilizando o óleo de menta piperita, você sentirá frescor nas áreas afetadas, diminuindo a dor. Seus agentes anti-inflamatórios reduzirão a vermelhidão, o inchaço e a inflamação cutânea.

Como usar o óleo de menta piperita em queimaduras solares:

  • (I) Aplicando na pele: misture um pouco de óleo de coco com umas gotas de óleo de menta piperita e, enfim, aplique na região afetada.
  • (II) Criando um spray: em uma garrafa de 100ml com spray adicione água e 20 gotas de óleo de menta piperita. Em seguida, agite-a bem e borrife seu conteúdo em grande quantidade na área desejada.

4.20 - Caspa

Além de eliminar a caspa, o óleo de menta piperita é útil para nutrir o couro cabeludo. Quando aplicado, estimula o fluxo sanguíneo, fortalecendo os folículos capilares. Nesta etapa, suas propriedades anti-inflamatórias entram em ação, ou seja, eliminam a irritação causada pela coceira e mantêm as caspas longes.

Como usar o óleo de menta piperita para a saúde do couro cabelo e contra as caspas:

  • (I) Para o couro cabeludo: derreta 4 colheradas de óleo de coco em fogo baixo. Depois, adicione uma colheradazinha de óleo de vitamina E, 2 colheradazinhas de óleo de moringa, 20 gotas de óleo de menta e 10 gotas de óleo essencial de melaleuca. Misture tudo e deixe esfriar por 2-3 horas. Aplique todos os dias.

4.21 - Perda de cabelo

O óleo de menta piperita está presente em diversos xampus e outros produtos destinados ao cabelo. Segundo um estudo de 2014, “(...) o óleo de menta piperita por ser usado como remédio alternativo para a perda de cabelo em seres humanos.” Use-o e diga adeus à calvície e às caspas!

Como usar o óleo de menta piperita para estimular o crescimento capilar:

  • (I) Adicionando ao xampu: para cada duas xícaras de xampu, adicione 1 colheradazinha de óleo de menta piperita. Misture bem e derrame em uma garrafa de xampu. Agite antes de usar para distribuir a quantidade de óleo.
  • (II) Nutrindo o couro cabeludo: adicione umas gotas de óleo de menta piperita a uma colherada de coco ou uma colherada de óleo essencial de emu e aplique no cabelo, massageando-o.

4.22 - Piolhos

O aroma exalado pela menta é uma das armas mais eficazes contra o piolho. Não é à toa que este óleo também está presente em diversos remédios que servem para eliminar estes pequenos insetos que podem infestar nossa cabeça.

Como usar o óleo de menta piperita contra piolhos:

  • (I) Fazendo um xampu natural antipiolho: misture 15 gotas de óleo de menta piperita com duas colheradas de xampu. Em seguida, adicione 1 colheradazinha de óleo de Neem. Em seguida, lave o cabelo com xampu e cubra-o com uma touca de banho por 10 minutos. Feito isso, lave e seque o cabelo com uma toalha. Por último, arrume o cabelo com um pente fino.

4.23 - Mau hálito

Há séculos a menta piperita é utilizada para acabar com o mau hálito. Você sofre disso? Então, coloque em prática as dicas que apresentaremos a seguir:

(I) Acrescentando à pasta dental: coloque um pouco de pasta dental na escova de dente e adicione 1-2 gotas de óleo de menta piperita na mesma pasta. Depois, escove bem os dentes
durante 1-2 minutos.

(II) Fazendo um enxaguante bucal de mente: encha 2 xícaras de água em uma garrafa de vidro, adicione 5-6 gotas de óleo de menta piperita e 5-6 gotas de óleo de melaleuca. Agite bem! Coloque um pouco do conteúdo na boca, faça gargarejo e cuspa. Repita diariamente após escovar os dentes.

4.24 - Dor de dente

Caso você tenha o óleo de menta piperita em mãos, acabar com a dor de dente é simples: basta adicionar 1 gota deste óleo a um pedaço de algodão e, então, aplique-o sobre o dente dolorido.

4.25 - Ampliar a concentração

Se você deseja melhorar sua concentração e o estado de alerta, experimente as seguintes receitas:

(I) Aplicando na pele: coloque uma gotinha de óleo de menta piperita em baixo do nariz e mais uma gotinha sob a língua.

(II) Borrifador: encha com água uma garrafa de spray de 300ml e adicione 10-15 de óleo de menta piperita. Antes de qualquer tarefa que envolva esforço intelectual, borrife a referida mistura em sua camisa. O estímulo será instantâneo!

4.26 - Acabar com o estresse

Após um dia estressante, nada melhor que o óleo de menta piperita. Quer uma dica? Melhor: nós lhe passaremos quatro!

  • (I) Inalação direta: respire o aroma do óleo de piperita direto do frasco. É ideal para quem deseja um relaxamento rápido!
  • (II) Aplicação na pele: misture 3-4 gotas de óleo de menta piperita com um pouco de óleo portador, como o de oliva. Esfregue esta mistura nos ombros e na parte posterior do pescoço.
  • (III) Use no banho: inclua poucas gotas deste óleo em um banho quente.
  • (IV) Use em um difusor: adicione algumas gotas deste óleo em um difusor e deixe seu aroma espalhar-se pelo ar.

4.27 - Insetos

Certamente nenhuma casa está livre da presença (desagradável) dos insetos. Eles incomodam e danificam roupas, livros, móveis, plantações... Saiba como utilizar este óleo a fim de eliminar estas pragas:

  • (I) Os pequenos insetos (baratas, formigas, aranhas...) não suportam o aroma exalado por este óleo. Molhe uns pedaços de algodão com 3-5 gotas de óleo de menta piperita e os espalhe pela casa, em especial nos cantos, nas portas, nas janelas... nos pequenos espaços onde os insetos possam passar.

4.28 - Pulgas

Seu animal de estimação também merece os melhores cuidados, incluindo os benefícios oferecidos por este óleo extraordinário.

  • (I) Como fazer um spray natural: encha uma garrafa de spray com água filtrada até a metade. Em seguida, adicione 10 gotas de óleo de menta piperita, 10 gotas de óleo essencial de eucalipto, 10 gotas de óleo de melaleuca e 10 gotas de óleo essencial de citronela. Agite com suavidade e borrife.

Atenção! Os óleos essenciais podem fazer mal aos gatos, de modo que esta mistura seja aconselhada apenas para cachorros.

4.29 - Perda de peso

Sim, o óleo de menta piperita é uma sugestão para quem deseja perder peso e controlar o apetite. O mentol, um dos principais elementos deste óleo, pode mudar nossas percepções neurossensoriais, o que transforma nossa maneira de saborear e sentir o aroma da comida. Assim, a perda de peso se torna cada vez mais possível!

Um estudo feito em 2008 apontou que “(...) aqueles que inalavam o óleo de menta piperita a cada duas horas tinham menos vontade de comer, o que os levou a uma redução significativa na ingestão de calorias”.

Como usar o óleo de menta piperita para baixar o peso:

  • (I) Inalando diretamente: para diminuir o apetite, inale o óleo de menta piperita direto do frasco ou de um pano onde gotas deste óleo foram derramadas. Realize este processo antes de cada refeição.
  • (II) Colocando em um difusor: usando-o em um difusor também diminuirá seu apetite e o deixará em estado de alerta. Se preferir, esfregue 1-2 gotas deste óleo nas têmporas ou nos pulsos.

4.30 - Câncer

De acordo com uma pesquisa, o mentol é um composto ativo que pode frear o crescimento do câncer de próstata.

4.31 - Equilíbrio hormonal

O óleo de menta piperita funciona como um remédio natural contra os sintomas da síndrome do ovário policístico, pois reduz o nível de testosterona e, consequentemente, equilibra o nível hormonal.

5 - Contraindicações

Ao mexer com óleos essenciais, leve em conta seu alto nível de concentração. Ter reação alérgica ao utilizá-los não está fora de hipótese, motivo pelo qual recomendamos que você faça um pequeno teste antes de utilizá-lo em grande medida (aplique um pouquinho no braço para saber se haverá alguma reação, por exemplo).

O óleo de menta piperita é quente e pode causar irritação na pele ou afetar a membrana mucosa. Por este motivo, recomendamos usá-lo com algum óleo portador. Em caso de dúvida, consulte seu médico ou um profissional especializado.

Referências bibliográficas:
[1] http://www.oleosessenciais.org/oleo-essencial-de-menta-piperita-ou-hortela-pimenta/
[2] https://draxe.com/peppermint-oil-uses-benefits/
[3] https://www.up-nature.com/blogs/news/top-35-uses-and-benefits-of-peppermint-essential-oil

Postado em Óleos essenciais no dia 11 de Maio de 2018 e última atualização dia 13 de Julho de 2018

Comentários

Leia também...

Óleo essencial de melaleuca (tea tree) - Benefícios e dicas de uso

Uma de nossas prioridades é apresentar a você dicas e produtos que lhe proporcionem esplêndidas noites de sono. Mais: desejamos uma rotina saudável aos nossos clientes e, portanto, como indicação, hoje falaremos sobre o óleo essencial de melaleuca (tea tree), pontuando quinze benefícios e imperdíveis dicas de uso. Convidamos você p... Leia o artigo »

24/07/2018

Óleo Essencial de Cedro da Virgínia (Red Cedarwoord) - Benefícios e dicas de uso

Você sabia que a linha de óleos essenciais é uma fonte de riqueza inesgotável para sua saúde? Melhor que isso, é conferi-los de perto: nossa loja virtual, repleta de produtos, aguarda sua visita. Já para aqueles que buscam informação e aceitam palpites, nós apresentaremos neste artigo o óleo essencial de Cedro da Virg&iacu... Leia o artigo »

19/03/2018

Óleo essencial de Petitgrain - Benefícios e dicas de uso

A lista de óleos essenciais parece não ter fim. Mais pesquisas e investimentos enriquecem a medicina alternativa, anunciando novos recursos que ajudam a preservar a boa saúde. Entre tantos medicamentos naturais, um deles se destaca, e é o discreto e pouco conhecido óleo essencial de petitgrain – também disponível em nossa loja virtual! No deco... Leia o artigo »

29/01/2018