'Por bons sonhos e belas noites de sono.' Dorminhoco.com

Suor noturno, o que pode ser?

Anteriormente, escrevemos sobre 8 possíveis problemas que podem causar o suor noturno, mas a verdade é que o suor noturno - também chamado de hiperidrose noturna ou hiperidrose do sono - pode ser causado por dezenas de problemas de saúde. Desta vez, resolvemos fazer uma pesquisa mais extensa a fim de informar melhor nossos leitores e possivelmente dar um caminho para a solução do problema.

Em primeiro lugar, precisamos descartar o óbvio: quarto quente, pijamas pesados, muitos cobertores e até mesmo o tipo de travesseiro que você usa. Nestes casos, procure maneiras de deixar o ambiente do quarto mais fresco, use um cobertor ou lençol mais fresco. No caso dos travesseiros, os que são feitos com plumas de ganso, apesar de caros, evitam o acúmulo excessivo de calor.

O suor noturno, quando causado por uma condição médica ou problema de saúde, encharca de suor seus travesseiros e roupa de cama, causando o despertar da pessoa após a transpiração de forma excessiva.

Embora os suores noturnos não sejam um tipo de hiperidrose primária, especialistas da área de dermatologia recebem com frequência inúmeras perguntas sobre o problema. Dr. Dee Anna Glaser, membro fundadora e diretora presidente da Sociedade Internacional de Hiperidrose diz: "Essa é uma categoria importante, experienciar o suor noturno pode ser significativo e não deve ser ignorado. O suor noturno que encharca sua cama ou uma mudança no seu padrão de suar deve ser avaliada. Muitas condições médicas diferentes podem causar o suor noturno.".

Para descobrir o que está acontecendo com você, só o médico através do seu histórico clínico pode avaliar. Consulte um médico se:

  • O suor noturno ocorrer regularmente
  • Atrapalhar seu sono
  • Vier acompanhado de sintomas como febre e outros como perca de peso

"A maioria dos suores noturnos não são idiopáticos (de uma causa desconhecida). Geralmente, há uma condição médica subjacente que precisa ser tratada." diz Dr. Glaser.

Medicações que geralmente causam suor noturno como efeito colateral são:

  • Antidepressivos
  • Reguladores de hormônio
  • Hipoglicemiantes ou antidiabéticos (para diminuir a quantidade de glicose no sangue)

Remédios para baixar a febre como aspirina e paracetamol também podem levar a transpiração. Já as condições médicas que podem ser a causa do problema são:

  • Ansiedade e/ou estresse
  • Neuropatia autonômica
  • Brucelose
  • Síndrome carcinóide
  • Endocardite
  • HIV/AIDS
  • Doença de Hodgkin
  • Hipertireoidismo
  • Leucemia
  • Menopausa
  • Mielofibrose
  • Linfoma não-Hodgkin
  • Osteomielite
  • Feocromocitoma
  • Abscesso piogênico
  • Distúrbios do sono como apneia do sono, ronco entre outros
  • AVC
  • Seringomielia
  • Tuberculose

As causas mostradas acima são comumente associadas ao suor noturno. O ideal é você consultar seu médico para um diagnóstico mais preciso.

Tratamento

De forma geral, o suor noturno é um incômodo inofensivo, porém, as vezes pode ser sinal de uma condição médica mais grave. Por esse motivo, pessoas com suores noturnos inexplicáveis devem procurar cuidados médicos.

Como o suor noturno pode estar associado a diversas condições médicas, inicialmente você pode procurar um clínico geral para descobrir a causa e depois ser encaminhando para um especialista específico como endocrinologistas, neurologistas, oncologistas e etc.

Prevenção e controle

Se não houver nenhuma causa determinada da transpiração noturna, o tratamento consiste em métodos de prevenção e controle que incluem:

  • Dormir num ambiente fresco
  • Usar um antitranspirante indicado nos locais que você costuma suar muito
  • Evitar cobertores grossos
  • Usar travesseiros mais respiráveis como os de plumas de ganso que permitem a troca constante de ar
  • Evitar cafeína, álcool, comidas apimentadas e comer 2 horas antes de ir dormir
  • Dormir com o ar-condicionado ou usar um ventilador para circulação do ar
  • Fazer exercícios de respiração e relaxamento antes de dormir podem ajudar
  • Fazer Exercícios físicos diários também ajudam
  • Manter um peso normal
  • Beber bastante água durante o dia
  • Usar medicamentos conhecidos como agentes anticolinérgicos pode ajudar a reduzir a transpiração [5]. Nesse caso consulte um médico.

Dicas para dormir bem no calor

Atualização 13/01/2017: Para quem tem suor noturno, queremos indicar a leitura do post '19 Dicas para dormir bem no calor' que também pode ser de grande ajuda.

Fontes e referências:
[1] http://www.mayoclinic.org/symptoms/night-sweats/basics/definition/sym-20050768
[2] http://www.sweathelp.org/where-do-you-sweat/other-sweating/night-sweats.html
[3] http://www.medicinenet.com/night_sweats/page6.htm
[4] http://www.medicalnewstoday.com/articles/296818.php
[5] http://www.jabfm.org/content/25/6/878.full

Postado em Distúrbios do sono no dia 09 de Julho de 2016 e última atualização dia 19 de Julho de 2018

Comentários

Leia também...