'O sono é a corrente dourada que une a saúde aos nossos corpos.' Thomas Dekker

Como jogos eletrônicos podem prejudicar o sono?

Capa post - Como jogos eletrônicos podem prejudicar o sono?

Texto: Postado em Curiosidades e Bebês e Crianças por Caio Cesar no dia 29 de Abril de 2020 .

Desde as últimas décadas, o videogame é sinônimo de popularidade entre crianças e adolescentes. Jogos eletrônicos, no geral, dominam quase todas as telas: TV, computador, celular, consoles de bolso...

Para a maioria dos jovens seria inaceitável passar os momentos de lazer sem jogar, não acha? Existem aqueles que, enquanto o sono não chega, agarram o celular e vão se divertir com o último lançamento. Perigo! Saiba o porquê nas próximas linhas.

Boa leitura!

1 - Como jogos eletrônicos podem prejudicar o sono?

De acordo com determinado estudo [1], publicado na revista Pediatrics, crianças que costumam jogar videogame disfrutam, em menor proporção, do sono profundo e reparador (também conhecido como "sono de ondas lentas"). Em comparação ao sono das crianças que veem televisão, estas não foram tão prejudicadas, embora a própria TV também possa afetar o descanso de meninos e meninas (disponibilizamos o resumo de uma notícia sobre este assunto). 

Outras fontes [2] também asseguram que jogos eletrônicos causam a liberação de certos neurotransmissores, capazes de dificultar o sono. 

Em meio a experimentos e averiguações, o tempo que é passado diante dos jogos deve ser levado em conta. Para se ter uma ideia: um grupo de adolescentes jogou entre 50 e 150 minutos; aqueles que passaram minutos a mais se divertindo sinalizaram, por fim, um tempo de sono reduzido. 

Nota-se que jogos eletrônicos, pouco antes da hora de ir para cama, podem diminuir a qualidade do sono. Jogar é permitido, mas com moderação, ou seus fãs terão maior dificuldade para adormecer, além de um sono com reduzida duração e menos particularidades benéficas.

1.1 - Uma grande tentação! 

Jogos eletrônicos são uma grande tentação, que induz muitas pessoas a ficarem acordadas até tarde! Pode-se dizer que os adolescentes estão biologicamente "programados" para não irem cedo à cama. Quem nunca, ao menos uma vez, fez isso nesta etapa da vida? Dormir e acordar tarde é comum na rotina de inúmeros adolescentes. O mesmo estudo, que foi citado no tópico anterior, constatou que os adolescentes se sentem menos sonolentos após partidas de videogame (o que, convenhamos, não é lá uma grande novidade até aqui). Cabe lembrar que os jogos noturnos podem diminuir a vontade de ir para a cama!

1.2 - Fuja das luzes artificiais

Estudiosos também compararam os jogos eletrônicos a outros objetos que emitem luz artificial (em especial, a luz azul). Aparelhos que emitem esta luz, como o próprio celular, também pode impactar de modo negativo o sono, e você não precisa estar necessariamente jogando nele. Trata-se de uma onda luminosa que diminui a produção de melatonina, hormônimo que regula o ritmo circadiano.

Nosso conselho é, mais uma vez, que você jogue apenas durante o dia (ou seja, nas horas de vigília). Reduzir o uso de objetos que emitem luz azul é recomendável após os primeiros sinais do anoitecer. 

2 - Considerações finais

Que fique bem claro: não temos nada contra os jogos eletrônicos. Sabemos, por exemplo, que eles são eficazes para o desenvolvimento de habilidades cognitivas. A questão é o tempo em que se passa jogando e a parte do dia em que isso é feito. Adultos também recorrem ao videogame, principalmente após um dia estressante de trabalho. É compreensível, mas tudo começa a ir mal quando este costume interfere as horas de sono.

Se você deseja relaxar e, ao mesmo tempo, distrair-se antes de dormir, sem estar exposto às telas que emitem luzes artificiais, sugerimos a prática de atividades artíticas (como aquelas que apresentamos nesse artigo). Elas podem favorecer o repouso noturno, acredita? Desenhar, escrever, fazer artesanato... São ocupações que, cedo ou tarde, recompensarão você com novas habilidades e boas noites de sono. Porém, se você busca um entretenimento mais acessível, indicamos a boa e velha leitura, cujos benefícios também são refletidos no próprio sono. Vale a pena tentar.

Referências bibliográficas:
[1] https://www.sleepdr.com/the-sleep-blog/does-pre-bed-video-gaming-ruin-your-sleep/
[2] https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC6706260/

Comentários

Leia também...

Diabetes e problemas para dormir

O diabetes é um mal silencioso. Em geral, demoramos para notar os sintomas iniciais: manchas escuras na pele, sede em excesso, visão embaçada, perda de peso sem motivo... Após diagnosticar a doença, o paciente diabético precisa mudar sua rotina, visto que lhe será necessário medir o nível de glicose todos os dias e privar-se de in&uacu... Leia o artigo »

19/11/2018

5 Atividades artísticas que ajudam a dormir

Fazer uma atividade artística (seja ela qual for!) é uma prática recomendável ao público que inclui todas as idades. Assim, com ou sem o auxílio de outras pessoas, podemos concretizar nossas invenções usando os recursos mais simples, e o processo de criação é capaz de estimular o sono, sabia? Conhe&cce... Leia o artigo »

09/01/2019

Como dormir melhor após cirurgias?

Já escrevemos aqui como melhorar o sono durante internações em hospitais, desse vez valor tentar ajudá-lo a dormir melhor após cirurgias. O sono deve ser visto como prioridade durante a fase pós-operatória. Dormir bem é essencial para que o paciente tenha a devida recuperação. O que deve ser feito para cuidar do descanso noturno... Leia o artigo »

11/06/2019

15 Mitos sobre o sono revelados

Por mais de 2.500 anos, o sono vem sendo estudado e, mesmo assim, sabemos muito pouco sobre suas razões, causas e efeitos. Apenas no século passado cientistas começaram a estudar afundo sobre a psicologia do sono. Em 1928, a eletroencefalografia (EEG) foi usada pela primeira vez para gravar a atividade cerebral durante o sono. Mais recentemente, a ressonância magné... Leia o artigo »

09/02/2014

Por que pessoas idosas dormem pouco?

Costuma-se dormir até tarde aos domingos – fato. Mas toda regra tem lá sua exceção: margem que serve de lugar comum para as pessoas acima dos 60 e poucos anos. Elas são as primeiras a saírem da cama. Afirmam dormir pouco e nós cremos à medida que escutamos o arrastar dos chinelos à noite inteira. A gente sabe que a ins&... Leia o artigo »

11/04/2019

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 4959 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.