'Um dia bem gasto traz um sono feliz.' Leonardo da Vinci

Falta de sono está associada à pré-diabetes e alto IMC

Um estudo que analisou participantes asiáticos, sendo liderado pelo Dr. Sirimon Reutrakul - professor associado de endocrinologia, diabetes e metabolismo da faculdade de medicina da UIC – foi publicado na revista Frontiers in Endocrinology, vez que este comprovou que há uma ligação entre hábitos noturnos, pouco sono e diabetes.

Pré-diabetes é uma condição na qual os níveis de açúcar no sangue são mais elevados do que o normal, todavia, não são altos o suficiente ao ponto de se desenvolver diabetes tipo 02. Sem alterações nos hábitos alimentares e de exercício, os pacientes com pré-diabetes apresentam um risco muito alto de desenvolverem diabetes tipo 02.

Um total de 2.133 participantes com a média de 64 anos, com o IMC médio de 25 kg e que apresentavam o quadro de pré-diabetes se inscreveram para o estudo. A preferência pela manhã/noite para o desenvolvimento de suas atividades foi avaliada por meio de um questionário.

Os pesquisadores descobriram que para os participantes com menos de 60 anos que tinham por preferência à noite como período mais ativo, os seus IMC's eram mais elevados. A preferência à noite foi diretamente associada ao maior IMC nesse grupo.

"O tempo e a duração do sono são potencialmente modificáveis", disse Reutrakul. "As pessoas podem ter horários de dormir mais regulares e tentar dormir mais, o que pode ajudar a reduzir o IMC e o potencial de desenvolvimento de diabetes neste grupo de alto risco".

 

Fonte:
https://www.sciencedaily.com/releases/2018/08/180815141422.htm

Postado em Estudos e Notícias no dia 08 de Outubro de 2018

Comentários

Leia também...

Soneca pode ajudar a recuperar o sono perdido

Um estudo descobriu que uma soneca à tarde talvez reduza os danos causados pela falta de sono à noite. Aparentemente, sonecas durante a tarde podem ajudar a restaurar hormônios e proteínas envolvidas no estresse e no bom funcionamento do sistema imunológico. O estudo incluiu 11 homens saudáveis com idades entre 25 - 32 anos. Os pesquisadores deixaram os vol... Leia o artigo »

23/02/2015

Pouco sono provoca solidão e rejeição social

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Berkeley, descobriram, através de estudos científicos, que as pessoas privadas de um tempo saudável de sono sentem-se mais solitárias e evitam se envolver socialmente com outras pessoas. O estudo também revela que esse comportamento alienante tem resultados ainda mais devastadores, uma vez que esses indiví... Leia o artigo »

11/09/2018

Mulheres com hábitos diurnos têm menos depressão

Uma experiência científica feita com mais de 32.000 enfermeiras, publicada no Journal of Psychiatric Research, tornou-se a maior e mais detalhada experiência observacional já promovida até agora. Tal pesquisa teve, como objetivo, explorar a ligação entre o cronotipo das mulheres e os transtornos de humor. Apesar de levar em consideraç... Leia o artigo »

10/08/2018