'Vizinhos barulhentos e perturbados são os últimos a dormir... :(' Triste verdade

Falta de sono pode afetar a economia de um país

Capa post - Falta de sono pode afetar a economia de um país

Texto: Postado em Estudos por Caio Cesar no dia 26 de Junho de 2019 .

Dormir mal pode ser considerado um problema que atinge a saúde pública. Segundo fontes científicas [1], um em cada três adultos sofre de insônia em todo o mundo. A revista SLEEP divulgou um estudo feito pela Universidade de Oxford Press, que destaca uma relação muito próxima entre a insônia e um possível impacto negativo gerado na economia.

Pesquisas realizadas há alguns anos revelaram que queixas ligadas a noites mal dormidas era algo comum. Em outras palavras, entre 20% - 30% dos participantes das pesquisas reclamaram noites melhores de sono. Estes indivíduos pertenciam a países ocidentais. Contudo, investigações recentes apontam um número crescente de pessoas que ainda passam por noites em claro.

Cerca de 35% dos adultos, que vivem nos EUA, não aproveitam as sete horas recomendadas de sono; aproximadamente 30% dos canadenses dizem não dormir o suficiente; quase 37% das pessoas que vivem no Reino Unido afirmam dormir mal; 28% dos singapurianos e 26% dos franceses confessam ter uma péssima rotina de sono.

Os estudiosos responsáveis pela referida pesquisa buscaram medir as consequências econômicas relacionadas ao sono mal aproveitado. Constatou-se, por parte dos trabalhadores, um estado de alerta diurno prejudicado, estendendo-se por quase todos os dias da semana. Em seguida, os pesquisadores analisaram o resultado dos custos financeiros que eram revelados por dados nacionais.

São custos que envolvem a parte financeira ligada à atenção médica, além da perda de produtividade e outros custos nacionais que têm tudo a ver com a falta de bem-estar. 

Referência bibliográfica:
[1] https://www.sciencedaily.com/releases/2018/06/180604093111.htm

 

Comentários

Leia também...

Soneca pode ajudar a recuperar o sono perdido

Um estudo descobriu que uma soneca à tarde talvez reduza os danos causados pela falta de sono à noite. Aparentemente, sonecas durante a tarde podem ajudar a restaurar hormônios e proteínas envolvidas no estresse e no bom funcionamento do sistema imunológico. O estudo incluiu 11 homens saudáveis com idades entre 25 - 32 anos. Os pesquisadores deixaram os vol... Leia o artigo »

23/02/2015

Insônia gera US$ 31 bilhões em prejuízos

Um novo estudo promovido indica que a insônia deu causa a 274,000 erros, o que causou um prejuízo de mais de US$31 bilhões devido à acidentes e erros no local de trabalho em um período de 12 meses. Os pesquisadores usaram dados da American Insomnia Survey (AIS), que consistiam em resultados de pesquisas telefônicas feitas em todo país com 10.094 ameri... Leia o artigo »

27/09/2018

Estudo mostra que pouco sono está ligado à doença de Alzheimer

Cientistas da UC Berkeley descobriram evidências convincentes de que o sono precário - particularmente um déficit do sono profundo e restaurador necessário para salvar as informações das memórias - é um canal através do qual a proteína beta-amilóide, que desencadeia a doença de Alzheimer, ataca o cérebro a lo... Leia o artigo »

30/10/2018

Qual o tempo ideal por noite?

Cientistas descobriram que o tempo ideal uma noite bem dormida é de 6 a 8 horas de sono, resultando em benefícios para a saúde e o coração. Ultrapassar esse tempo ou diminuir pode se tornar muito prejudicial para à saúde. As conclusões das pesquisas foram apresentadas neste ano no Congresso ESC. A autora do estudo, Epameinondas Fountas, do Ce... Leia o artigo »

25/09/2018

Estimular o cérebro durante a noite melhora a memória

Novas pesquisas feitas em humanos – através de métodos não invasivos – comprovaram que o estímulo cerebral durante a noite resulta em uma melhora expressiva da memória. Esses resultados, publicados no JNeurosci, vieram de um projeto financiado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, visando entender melhor todo o processo de consolidaç&... Leia o artigo »

14/08/2018