'Dormir bem é viver bem.' Dorminhoco.com

Sono é causa de 30% das mortes em rodovias brasileiras

Dados da Associação Brasileira do Sono (ABS) mostram que até 30% das mortes ocasionadas em rodovias brasileiras são causadas por motoristas que dormem ao volante. Pensando nisso, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) faz um alerta sobre os perigos de dirigir cansado e sonolento.

"Com o ritmo estressante e agitado do trânsito nas cidades e até mesmo a rotina pesada de caminhoneiro nas rodovias, os motoristas estão dirigindo cada vez mais cansados. Com sono, o condutor não consegue agir a tempo para desviar de uma batida ou corrigir a direção do seu veículo", aponta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

Segundo a Neurologista da ABS, Marcia Assis, o estresse é um dos fatores que mais refletem na qualidade do sono e que podem trazer prejuízos no trânsito.

"O estresse provoca um estado de hiperatividade em que os pensamentos estão acelerados e prejudicam o início do sono. Quando não dormimos o suficiente as nossas funções diárias, sejam sociais ou profissionais, ficam prejudicadas pela sonolência, alterações na memória e atenção. Dessa forma, ficamos mais sujeitos à acidentes graves", explica.

Para Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) dormir mal pode reduzir 50% a concentração do condutor no trânsito. Os motoristas e motofretistas que excedem horas de trabalho são considerados os mais vulneráveis ao sono na direção.

ATENÇÃO - O sono costuma aparecer a cada doze horas devido à produção de um hormônio chamado melatonina. Existem vários sinais que indicam o sono e que os motoristas devem ficar atentos, como bocejar, ter dificuldades de manter os olhos abertos, sair da faixa de direção e começar a invadir a pista contrária.

"Diversos medicamentos podem antecipar a sonolência, por isso, é importante que antes de ingerir a medicação esse fator seja levado em conta. Os especialistas recomendam que as pessoas tenham entre 7 a 9 horas de sono por noite. Entretanto, a variação desta quantidade de horas é variável de uma pessoa para outra, sendo assim, devemos obedecer uma rotina de horas de sono que seja suficiente para estarmos alerta e dispostos durante o dia", lembra Traad.

LEGISLAÇÃO – A Resolução 425/2012 do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) tornou mais rígido o exame médico para quem vai tirar ou renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Todos os candidatos que pretendem conquistar habilitação de motoristas profissionais, registrados com as categorias C, D e E devem passar, além da avaliação cardiológica, auditiva, neurológica e oftalmológica, por uma avaliação específica para se detectar possíveis distúrbios do sono.

Para tanto, é utilizada uma escala mundialmente aceita no setor científico, chamada escala de sonolência de Epworth. Nesta escala, o candidato irá responder sobre a chance de cochilar em situações corriqueiras.

Caso haja indícios de apneia do sono, o médico do tráfego poderá solicitar avaliação com o médico especialista na área e o exame de polissonografia. Dependo do resultado, o tempo de validade da CNH pode ser reduzido ou a categoria reclassificada até que o condutor busque o tratamento.

Fonte: Paraná Online

Texto postado em 17 de Maio de 2016 e atualizado 18 de Julho de 2018 .

Comentários

Leia também...

Sono é causa de 30% das mortes em rodovias brasileiras

Dados da Associação Brasileira do Sono (ABS) mostram que até 30% das mortes ocasionadas em rodovias brasileiras são causadas por motoristas que dormem ao volante. Pensando nisso, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) faz um alerta sobre os perigos de dirigir cansado e sonolento. "Com o ritmo estressante e agitado do trânsito nas cidades e at&e... Leia o artigo »

17/05/2016

Pouco sono provoca solidão e rejeição social

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, Berkeley, descobriram, através de estudos científicos, que as pessoas privadas de um tempo saudável de sono sentem-se mais solitárias e evitam se envolver socialmente com outras pessoas. O estudo também revela que esse comportamento alienante tem resultados ainda mais devastadores, uma vez que esses indiví... Leia o artigo »

11/09/2018

Falta de sono está associada à pré-diabetes e alto IMC

Um estudo que analisou participantes asiáticos, sendo liderado pelo Dr. Sirimon Reutrakul - professor associado de endocrinologia, diabetes e metabolismo da faculdade de medicina da UIC – foi publicado na revista Frontiers in Endocrinology, vez que este comprovou que há uma ligação entre hábitos noturnos, pouco sono e diabetes. Pré-diabetes é ... Leia o artigo »

08/10/2018

Noite de sono ruim resulta em ganho de peso e perda muscular

Uma noite de sono mal dormida pode acarretar em consequências mais severas do que apenas o cansaço no dia seguinte. De acordo com um estudo promovido pelo Dr. Jonathan Cedernaes, da Universidade Feinberg, Chicago, quando os homens adultos abrem mão de uma noite de sono regular, seus corpos apresentam mudanças hormonais que promovem o ganho de peso e a perda muscular. No ... Leia o artigo »

20/09/2018

Por que dormimos mal na primeira noite em um novo lugar?

A chamada FNE (Fisrt Night Effect), em tradução livre seria “efeitos da primeira noite de sono”, faz parte da vida dos seres humanos desde o tempo das cavernas. Contudo, a ciência por trás desse comportamento permaneceu um mistério durante muito tempo. O FNE é tão comum que os especialistas do sono sempre descartam os dados colhidos na pr... Leia o artigo »

18/09/2018

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 5386 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.