'Mentes cansadas não planejam bem. Durma primeiro, planeje depois.' Dalai Lama

Como saber quando trocar o colchão?

Quando chega a hora de trocar o colchão, muitas vezes é difícil nos desfazer do colchão antigo. Conhecida por ansiedade da separação, a grande maioria das pessoas tende a ignorar os sinais de que seu colchão está desgastado até os últimos minutos. Então, quando você finalmente toma a decisão de desapegar, você acaba não tendo tempo suficiente para fazer as pesquisas e os testes adequados, pois precisa de um colchão com urgência. No final das contas, a pressa e a variedade bem grande de tipos de colchões disponíveis no mercado, pode fazer você acabar adquirindo um produto mais caro e que não atende a todas as suas necessidades.

Para ajudar você nessa etapa de trocar o colchão, o post de hoje traz alguns sinais mais comuns que aparecem quando seu colchão está desgastado e tem de ser substituído o mais rápido possível. Quando você perceber alguns desses sinais, provavelmente é hora de começar a procura por um novo colchão.

1 - Tempo de uso

Há quanto tempo você está dormindo sobre o mesmo colchão? Assim como alguns produtos eletrônicos, um colchão que foi muito usado deve ser substituído a cada 7 ou 10 anos (de acordo com a revista Consumer Reports). Isso pode ser pouco, especialmente se você comprou um colchão com 20 anos de garantia, mas conforme John do Try Mattress afirma "as garantias não cobrem o conforto geral do colchão. A garantia cobre apenas aspectos técnicos, tais como molas ou defeitos de produção, de modo que você não deve esperar que aspectos relativos ao conforto durem tanto quanto a garantia".

Então, se o seu colchão atual tiver mais de 7 anos, pode ser o momento de comprar um novo.

2 - Você sempre acorda cansado

Nós dormimos para restaurar as nossas energias, então, se o seu primeiro desejo ao acordar é tomar aquela xícara enorme de café para despertar, talvez sua cama não esteja mais sendo confortável o suficiente. Com o tempo, o colchão perde as características que o tornaram um ótimo companheiro de sono, causando rigidez, sono não reparador e agitado, além de causar dor nas costas. No entanto, se o seu colchão é novo e confortável, isso significa que você pode estar enfrentando problemas de outra natureza para dormir. Nesse post você pode encontrar algumas dicas de como descobrir esse problema.

3 - Superfície irregular

Nós tendemos a ignorar as mudanças que acontecem bem diante de nossos narizes, então da próxima vez que você for mudar os lençóis, inspecione a superfície de sua cama com atenção. Se você encontrar irregularidades ou a espuma parecer esquisita, não basta virar do lado contrário. Irregularidades na superfície, bolhas e desgaste em geral são sinais de que seu precioso colchão não será capaz de atender suas necessidades de sono por muito tempo.

4 - Sons extras

Se o seu colchão faz barulho e tende a ranger sempre que você se vira de um lado para o outro, seu sono pode não estar sendo confortável o suficiente. Isso acontece com o colchão de molas com o decorrer do tempo, pois as bobinas internas são desgastadas pela ação que seu corpo faz durante a noite. Portanto, muita atenção com qualquer som extra no seu colchão!

5 - Parece uma rede

Se não houver desgaste visível na superfície, mas quando você se deita, você sente que está em uma rede, isso pode significar que o núcleo do colchão de espuma está danificado. A espuma salta de volta quando você se levanta, mas o apoio posterior oferecido pela espuma interna não é mais eficaz.

6 - É um bote inflável

Se você sentir todos os movimentos que seu parceiro faz, cada virada, cada simples movimento, e você se sentir como se estivesse em um bote inflável significa que a transferência de movimento do seu colchão praticamente desapareceu. Claro, a espuma de memória¹ (ou qualquer colchão de espuma em geral) não criará essa sensação, mas um colchão de mola ou de bobina interna criará. Se este for o caso, você sabe que é hora de iniciar o processo de trocar o seu colchão. De forma geral, se o conforto do sono for afetado de alguma forma pelo colchão, você deve começar a procurar por esses sinais.

Curiosidade: Você sabe o que espuma de memória? É uma espuma plástica especial que se deforma sob pressão extrema, absorvendo a energia de impactos e regressando à sua forma original. Explicamos melhor sobre esse tipo de espuma usada em travesseiros e colchões nesse post.

7 - Sente mais conforto em outros locais

Se você prefere dormir em outro quarto ou prefere dormir no sofá em vez da sua própria cama, esta é uma boa indicação de que você deve considerar comprar um novo colchão. O mesmo acontece se você perceber que está dormindo melhor em um colchão de hotel nas suas férias. Seu colchão deve ser confortável e acolhedor. Deve dar descanso ao seu corpo e proporcionar relaxamento para que você se recupere completamente após um dia de trabalho.

Sofrer para conseguir adormecer à noite é muitas vezes o resultado de algum desconforto; alguns estudos mostram que substituir um colchão antigo por um novo pode fazer você melhorar a qualidade e a quantidade do seu sono.

8 - Você tem alergia

Se as alergias piorarem no período da noite ou nas primeiras horas da manhã, isso pode ser uma boa indicação de que é hora de comprar um novo colchão. Os ácaros encontrados na poeira são uma das principais causas de alergias e eles se multiplicam em colchões e roupas de cama. A espuma de memória, o látex e os lençóis de algodão são mais resistentes aos ácaros do pó. No entanto, os ácaros da poeira adoram hibernar e se multiplicar na camada de feltro de algodão que está presente na maioria dos colchões de molas. O uso de uma capa de colchão antiresíduos e a troca de almofadas e roupas de cama com frequência, também pode ajudar a eliminar os ácaros da poeira e prolongar a vida útil do novo colchão.

9 - Você teve uma mudança significativa de peso

As pessoas muitas vezes ganham ou perdem peso durante o ciclo de vida de um colchão. Isso pode acontecer se você passar por uma cirurgia, uma doença, período de gestação, dieta ou até mesmo pela idade ou mudança de hábitos. Mesmo que o colchão esteja em condições aparentemente normais, a superfície que o apoiou ou que fez você se sentir confortável há 5 anos pode não ter o mesmo desempenho se o seu peso tiver mudado para mais ou para menos. Se a firmeza ou os pontos de pressão são o problema, você pode comprar um outro colchão como solução temporária até estar pronto para comprar um novo colchão. No entanto, se o colchão é muito macio ou estiver faltando o devido suporte, um colchonete fará muito pouco para ajudar a melhorar a qualidade do seu sono.

Como você deve saber, passamos muito tempo de nossas vidas dormindo. Mais especificamente um terço de nossas vidas. Portanto, esse tempo deve ser aproveitado com qualidade.

Reforçando...

Seguindo essas regrinhas básicas do post, você vai tirar de letra o momento ideal para a troca do seu próximo colchão. E vale lembrar que:

  • A garantia do colchão cobre apenas aspectos técnicos. O fator conforto é muito relativo e depende de outras variáveis como ganho de peso, envelhecimento, lesões e até de algumas condições médicas como artrite. Portanto, é importante ficar de olho nessas alterações.
  • Ninguém melhor que você para observar sua qualidade de sono. Uma noite mal dormida tem reflexos em toda a sua rotina. Seja perspicaz e cuidadoso(a) com esses sinais.

Sabemos o quanto pode ser difícil trocar de colchão, o segredo é fazer uma autocrítica, ficar atento aos detalhes de como você acorda, principalmente como se sente ao acordar, se sente vontade de dormir em sua própria cama ou se corre para o sofá na primeira oportunidade. Confie no seu corpo. Ele mesmo irá dar os sinais de que você precisa para entender o que é necessário mudar. Caso você troque de colchão e os sintomas persistirem, é recomendável buscar auxílio de do seu médico ortopedista, que é o profissional indicado para a busca de outras soluções.

Fontes e referências
[1] http://sleepcity.com/top-5-warning-signs-its-time-to-change-your-mattress/
[2] http://www.foamite.com/when-to-replace-your-mattress-here-are-9-signs-2
[3] https://www.sleepapnea.com/blog/post/84316471096/how-to-tell-you-need-a-new-mattress-by-gina
[4] https://sleepjunkies.com/bedroom/6-signs-change-your-mattress/

Postado em Colchões e Curiosidades no dia 28 de Fevereiro de 2018 e última atualização dia 19 de Julho de 2018

Comentários

Leia também...