'Hoje, dormir bem está virando raridade.' Dorminhoco.com

Cientistas descobrem proteínas que regulam o sono

Capa post - Cientistas descobrem proteínas que regulam o sono

Texto: Postado em Estudos e Notícias por Mateus no dia 23 de Outubro de 2018 .

Um novo estudo relatado no Proceedings of National Academy of Sciences (PNAS) mostrou que uma única mutação numa proteína dos ratos tem grandes efeitos na forma como os ratos dormem e em seu estado de vigília. Esta pesquisa também poderia lançar luz sobre os mecanismos fisiológicos que regulam o sono em humanos.

Neste estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Tsukuba, a equipe se baseou em seus trabalhos anteriores nos quais submeteram camundongos a um mutagênico, examinando-os a respeito de distúrbios do sono e, em seguida, identificando a região mutante causadora. Aqui, a equipe produziu uma mutação numa posição específica de uma proteína chamada SIK3 e, em seguida, examinou os efeitos das mudanças dessa proteína no sono e na duração da vigília, bem como a atividade cerebral refletindo períodos de sono REM, não-REM e o estado de alerta quando acordado.

Os resultados mostraram que a mudança do 551º aminoácido da proteína SIK3 causou maior duração do sono não-REM, bem como um aumento da "necessidade de sono" refletido em padrões particulares de atividade das ondas cerebrais quando ambos os ratos dormiam e acordavam. Os ratos também permaneciam acordados por períodos mais curtos durante a noite, horário que normalmente ficam mais ativos.

"Os resultados foram particularmente interessantes, pois essa mutação afetou os períodos de ausência de movimento ocular rápido, a parte não-REM do sono, enquanto o sono de movimento rápido dos olhos, a parte REM, ficou praticamente inalterado", disse o co-autor Masashi Yanagisawa. "Isso mostrou que o SIK3 está envolvido em mecanismos regulatórios relacionados ao sono muito específicos".

"As características deste aminoácido nesta proteína são evolutivamente conservadas em todo o reino animal, por isso esses resultados são potencialmente relevantes para estudos sobre o sono em humanos", afirma o autor principal, Takato Honda. "Por exemplo, na condição hipersonia idiopática, os pacientes experimentam uma forte necessidade de dormir e estão com sono durante todo o dia, como os ratos de nossos estudos. Nosso trabalho poderia ajudar a explicar o porquê."

 

Comentários

Leia também...

Genes que regulam o quanto sonhamos

O sono é um comportamento universal e extremamente vital para os animais. Em vertebrados superiores, como mamíferos e aves, o sono é classificado em duas fases: sono de movimento rápido dos olhos (REM, no qual ocorre os sonhos) e sono não REM. Durante o sono REM, nosso cérebro é tão ativo quanto quando estamos acordados, ao passo que acredita... Leia o artigo »

05/09/2018

Por que dormimos mal na primeira noite em um novo lugar?

A chamada FNE (Fisrt Night Effect), em tradução livre seria “efeitos da primeira noite de sono”, faz parte da vida dos seres humanos desde o tempo das cavernas. Contudo, a ciência por trás desse comportamento permaneceu um mistério durante muito tempo. O FNE é tão comum que os especialistas do sono sempre descartam os dados colhidos na pr... Leia o artigo »

18/09/2018

Oxigenoterapia - O que é e como pode beneficiar o sono?

Para diversas pessoas, a oxigenoterapia ainda soa como novidade, embora não seja um tratamento tão recente. Utilizar este recurso beneficia a saúde em vários aspectos, contando com a cura de doenças que afetam o sono. Nesse artigo, definiremos o que é a oxigenoterapia, quais são as vantagens oferecidas por ela, quem necessita usá-la e uma s&e... Leia o artigo »

16/08/2018

Hipnose pode ajudar no sono

Estudos descobriram que pessoas suscetíveis à hipnose podem ter um sono melhor depois de uma sessão rápida de hipnose, dizem pesquisadores suíços. Depois de fazer uma sessão de hipnose através de um áudio, 80% das mulheres que fizeram a sessão passaram mais tempo na fase de sono profundo comparadas àquelas que não ... Leia o artigo »

04/02/2015

A qualidade do sono infantil está ligada à insônia das mães

Conforme pesquisas realizadas pela Universidade de Warwick e a Universidade de Basilea [1], meninos e meninas costumam dormir mal se suas mães sofrem de insônia – problema que pode afetar o desenvolvimento mental e o bem-estar infantil.  Nos estudos em questão, foram analisadas cerca de 200 crianças saudáveis entre 7 - 12 anos (idade escolar), incluindo... Leia o artigo »

24/04/2019