'Dez vezes ao dia deves saber vencer-te a ti mesmo; isto cria uma fadiga considerável.' Nietzsche (Zaratustra)

Por que mulheres tem mais dificuldades em dormir?

Capa post - Por que mulheres tem mais dificuldades em dormir?

Texto: Postado em Curiosidades e Estudos por Marcelo Morais no dia 06 de Novembro de 2016 e última atualização dia 20 de Julho de 2018 .

Pesquisadores descartam a menstruação como causa.

Segunda, 12 de Setembro (HealthDay News) - Algumas mulheres sofrem com interrupções frequentes do sono e um pequeno estudo pode trazer uma luz a este mistério. O relógio natural das mulheres (ou relógio circadiano) gira em um ritmo mais rápido que o dos homens, de acordo com a pesquisa. "É como se as mulheres trabalhassem em um "fuso horário interno" diferente", diz a autora da pesquisa, Dra. Diane Boivin, professora de psiquiatria da Universidade McGill de Montreal.

"É como se elas fossem para cama em um horário biológico mais tarde, pois seus relógios estariam em um fuso adiantado", disse Dra. Boivin.

Boivin também dirige o Centro para Estudos e Tratamento do Ritmo Circadiano, no Instituto Douglas para Saúde Mental, em Montreal. Uma entidade filiada à McGill.

Outro fato apresentado é que o ciclo do sono, ao longo do dia circadiano, ultrapassa ao dos homens. Estas duas descobertas explicam porque as mulheres possuem ciclos de dormir/acordar, aproximadamente, 2 horas adiantados em relação ao homem.

Seria esta também a explicação para mulheres serem mais suscetíveis a episódios de insônia algumas vezes ao longo da semana e sonolência diurna. De acordo com a National Sleep Foundation (fundação sem fins lucrativos dos EUA).

Durante a realização deste estudo, os pesquisadores se atentaram com informações como o ciclo menstrual e reposições hormonais nas participantes. Contudo, reportaram que as diferenças no sono ocorreram independentes das mudanças hormonais.

"Ainda que este estudo seja limitado, ele permite incorporarmos mais conhecimento na literatura focada nas diferenças entre os ciclos circadianos entre os sexos e a influência no sono". Segundo Monica Mallampalli, vice-presidente de assuntos científicos da Sociedade para Pesquisa da Saúde da Mulher, em Washington D.C.

Jennifer Martin, professora associada, na Escola de Medicina David Geffen (Universidade da California, EUA) sugere que talvez as mulheres estejam mais predispostas a terem insônia devido ao seus ciclos circadianos.

"Quando sujeitas a algum estresse, mulheres são mais predispostas que os homens para que a qualidade de sono seja prejudicada". Disse Martin.

O estudo foi apresentado em 12 de Setembro, no jornal Proceedings of the National Academy of Sciences. Onde envolveu 15 homens e 11 mulheres, com 25 anos na média.

Por um período de 36 horas, os participantes foram isolados em um quarto sem janelas, onde os pesquisadores controlaram a exposição à luz e monitoraram mudanças na temperatura corporal, níveis de melatonina, sono e estado de atenção.

Os pesquisadores utilizaram uma técnica denominada por Boivin de "abordagem de cochilos", que consistia em alternar 1 hora acordados e seguido de 1 hora com a possibilidade de se tirar um cochilo. As luzes eram ligadas gradativamente para acordar os participantes e apagadas durante o período de sono.

"O que fazíamos era programar os momentos de oportunidades de sono em diferentes momentos do dia e, assim, simular vários dias ao longo do estudo".

As mulheres do estudo obtiveram resultados inferiores para as variáveis subjetivas, como estado de atenção noturna, comparadas aos homens. O que poderia ajudar a explicar porque mulheres que trabalham em turnos apresentam um maior grau de fadiga, sonolência e riscos de acidentes no trabalho, segundo apontado pela autora da pesquisa.

O final da noite aparenta ser o momento mais vulnerável para as mulheres, segundo o estudo. Durante este período, a manutenção do sono não era tão forte quanto para os homens. O que seria uma das razões para mulheres serem mais suscetíveis a interromperem o sono no início da manhã.

E, embora o ritmo circadiano das mulheres é diferente ao dos homens, os horários habituais de dormir e acordar são semelhantes.

"Baseado nas descobertas, mulheres dormem quando seus cérebros estão mais preparados para dormir", diz Martin. Mas elas têm "dificuldades em manter um período longo de sono e sem interrupções ao longo da noite".

"Mulheres que têm problemas de interrupções durante o sono devem minimizar fatores em seus quartos que poderiam contribuir nestas descontinuidades e manterem-se em uma rotina do horário de despertar condizente com seu horário natural de acordar", segundo Martin.

Fonte: Diane Boivin; Jennifer Martin; Monica Mallampalli. Proceedings of the National Academy of Sciences. Sept. 12, 2016, 

Comentários

Leia também...

Diabetes e problemas para dormir

O diabetes é um mal silencioso. Em geral, demoramos para notar os sintomas iniciais: manchas escuras na pele, sede em excesso, visão embaçada, perda de peso sem motivo... Após diagnosticar a doença, o paciente diabético precisa mudar sua rotina, visto que lhe será necessário medir o nível de glicose todos os dias e privar-se de in&uacu... Leia o artigo »

19/11/2018

Simpatia para dormir, funciona?

Nunca fui de fazer simpatias, mas hoje pesquisando sobre o sono, me dei de cara com algumas simpatias para dormir. O que me chamou atenção é que elas realmente funcionam, seja pelo efeito de acreditar ou por causa de alguma coisa usada na simpatia. O primeiro e principal motivo pelo qual simpatias funcionam é porque a pessoa acredita firmemente que aquilo vai acontecer,... Leia o artigo »

05/05/2015

Plantas que ajudam a bloquear o som

Plantas têm a incrível capacidade de harmonizar diversos ambientes. Dentro ou fora de casa, mostram-se versáteis, pois se adaptam a vários lugares e agradam todos os gostos, desde os mais exigentes até os modestos. Melhor ainda é saber que elas oferecem um preço acessível, vantagem para quem anda com pouco dinheiro, e poderá ver como um... Leia o artigo »

03/09/2018

Faz mal tomar Yakult antes de dormir?

À medida que questionamos nossos costumes, encontramos grandes fontes de informação. O que, por exemplo, você gosta de fazer antes de dormir? Tomar um copo de leite morno? Ler um bom livro? Em meio a inúmeras preferências, existe aquelas pessoas que escolhem saborear algo rápido e nutritivo, como beber uma garrafinha de Yakult antes de deitar-se. Mas ... Leia o artigo »

28/11/2018

15 Mitos sobre o sono revelados

Por mais de 2.500 anos, o sono vem sendo estudado e, mesmo assim, sabemos muito pouco sobre suas razões, causas e efeitos. Apenas no século passado cientistas começaram a estudar afundo sobre a psicologia do sono. Em 1928, a eletroencefalografia (EEG) foi usada pela primeira vez para gravar a atividade cerebral durante o sono. Mais recentemente, a ressonância magné... Leia o artigo »

09/02/2014