'Dormir bem é ter vida.' Dorminhoco.com

Óleos essenciais podem fazer seu bebê dormir?

Como já vimos em outro post publicado aqui no blog, os óleos essenciais possuem uma miríade de propriedades curativas comprovadas por diversos estudos e pesquisas científicas. Grande parte dessas pesquisas foram feitas com jovens adultos.

Mas, e quanto aos bebês? Os óleos essenciais também podem ajudá-los a ter uma boa noite de sono? Quais são os óleos mais indicados nessa fase da vida? Existe alguma restrição quanto ao seu uso? Fomos buscar as respostas para essas perguntas além de notícias interessantes para você e seu bebê.

Pois bem, já existem estudos que apontam que a lavanda acalma e relaxa os bebês, além de induzir ao sono mais duradouro e profundo. Até aí nenhuma surpresa, pois sabe-se que o óleo de lavanda é bem conhecido por suas propriedades que ajudam nos distúrbios do sono, como o efeito calmante e sedativo que possui. Entretanto, em se tratando de bebês, todo cuidado é pouco, e nesse post, iremos ajudar você a utilizar os óleos essenciais de forma segura e eficaz para tornar o sono do seu filho mais tranquilo e profundo.

1 - Como escolher o óleo essencial para o seu bebê?

Em primeiro lugar, é essencial que o óleo seja de qualidade e tenha o grau terapêutico puro. Devemos ficar atentos, pois esses óleos podem ser misturados com enchimentos, pesticidas, fragrâncias e outros componentes químicos que, obviamente, não irão trazer os benefícios curativos do óleo puro. Por isso, adquira esses óleos de fornecedores confiáveis, em lojas especializadas, onde você sentir segurança e confiança que é um produto de uma marca renomada no mercado e tem um distribuidor que não apenas vende, mas fornece todas as informações necessárias de como aplicá-lo da maneira correta para melhorar o sono do seu bebê.

Ao escolher o óleo para seu bebê, saiba que possivelmente você terá que experimentar vários para encontrar o ideal para seu filho. Isso porque a reação que eles causam no sistema nervoso varia de pessoa para pessoa e por isso, deve-se testar alguns para encontrar o mais benéfico para o bebê. Você mesmo(a) pode observar o comportamento da criança após o uso do óleo. Ninguém melhor que os pais para essa tarefa, afinal são eles quem lidam diariamente com o sono do bebê e se ele não tiver uma boa qualidade de sono, acordar no meio da noite, com o sono irregular e leve, pode ter certeza que toda a família também não irá ter uma boa noite de descanso. Portanto, ao cuidar da saúde do seu bebê, você está cuidando também de toda a sua família. Uma grande responsabilidade, não é mesmo? Saiba que você não está sozinho(a) nessa! Já até comentamos aqui no blog sobre um curso muito interessante e prático que dá a maior força aos pais nessa etapa linda e cheia de desafios: O curso "A Fada Do Sono" da professora Guta Antonangelo. Ao longo do curso, você vai aprender a educar o sono do seu filho. Se quiser saber mais, dá uma olhada nesse post. A profissional ensina os métodos mais modernos e eficazes para seu filho (de 0 a 7 anos) aprender os melhores hábitos para dormir. Lembrando que, quanto mais cedo o seu filho aprender os métodos de uma boa noite de sono, mais alta será a probabilidade de ele não sofrer desses distúrbios ao longo da vida, pois irá cultivar hábitos saudáveis que levará para a vida inteira.

Outro fator muito importante a ser considerando é o diluidor de óleos, pois como se trata de um produto bem concentrado, é necessário dilui-lo para diminuir essa concentração e impedir que o óleo evapore rapidamente. São considerados ótimos diluidores os óleos de coco, oliva, amêndoa e jojoba. Uma dica essencial é ter em mente o popular ditado menos é mais. 1 ou 2 gotinhas é tudo de que o seu bebê precisa para usufruir dos benefícios desses óleos. A proporção é de 1 a 2 gotas do óleo essencial para 2 colheres de sopa de óleo diluidor. A taxa de diluição recomendada pela Associação Americana de Aromaterapia Holística para bebês maiores de 3 meses é de 0.5 para 1 por cento.

2 – Como testar os oléos essencias na pele do seu bebê

  • Aplique uma pequena quantidade do óleo no braço ou na perna do bebê (não mais que o tamanho de uma moeda de 10 centavos);
  • Aguarde 24 horas para observar se houve alguma reação alérgica;
  • Caso ocorra alguma reação (vermelhidão, inflamação e sensibilidade ao toque) descontinue o uso imediatamente;
  • Caso não ocorra nenhuma reação, o uso dos óleos é seguro para o seu bebê, e você pode começar a tratar o sono do seu filho com os óleos essenciais.

3- Algumas formas de utilizar o óleo essencial no seu bebê

3.1 - Faça uma massagem

Antes de colocar seu bebê para dormir, experimente fazer uma massagem com óleos essenciais e diluidores no seu bebê. Você pode optar pelo óleo de lavanda para começar. Misture de 1 a 2 gotas do óleo essencial escolhido com 2 colheres de sopa de óleo diluidor e aplique nos braços, pernas, barriga, pés e orelhas. Essa massagem é muito relaxante e a fragrância do óleo ajudará seu bebê a relaxar e a ter um sono tranquilo.

3.2 – Coloque o óleo no difusor na hora de dormir

Apenas respirar e sentir o aroma dos óleos pode fazer maravilhas para todos nós - pais e filhos! Você pode colocar uma gota de lavanda no colchão ou travesseiro. A difusão de óleos essenciais pode ajudar a limpar e purificar o ar no quarto do seu filho, e também pode ser usado para ajudar com problemas respiratórios. Especialistas sugerem usar um difusor de aromas ultrassônico de ar frio, pois o aquecimento dos óleos pode diminuir suas propriedades benéficas.

3.3 – Use os óleos no banho

A hora do banho pode se tornar um momento super relaxante! Você pode colocar algumas gotas de lavanda ou camomila romana na água do banho com um sabonete líquido ou sal Epsom para que ele possa se espalhar por toda a água.

3.4 – Use os óleos essenciais para aliviar a dor de dente

A dor na dentição pode afetar bastante o sono do seu bebê. Se o seu bebê estiver com essas dores, tente aplicar 1 gota de óleo de cravo diluído em uma colher de sopa de óleo diluidor- então, mergulhe o dedo na mistura e coloque diretamente sobre as gengivas. Você pode esfregar o óleo de lavanda diluído ao longo da gengiva para ajudar a aliviar as dores. O abeto branco e o óleo de camomila romana também podem ajudar a aliviar a dor inicial, quando aplicado diretamente nas gengivas.

3.5 – Para diminuir o desconforto da dor de ouvido

Se a dor de ouvido estiver tirando o sono do seu bebê, experimente aplicar o óleo de lavanda para ajudar com a dor. Esfregue o óleo diluído na frente e atrás do lado de fora da orelha. O óleo de melaleuca (Tea Tree) e o óleo de manjericão também são excelentes e podem ajudar no combate à infecção - coloque uma gota de cada óleo em um pedaço de algodão, aplique na orelha e esfregue suavemente. Os óleos podem ajudar a aliviar a dor, porém é recomendado marcar uma consulta com um profissional para avaliar e tratar a infecção.

3.6 – Para aliviar as cólicas e a dor de barriga

O desconforto no estômago é um grande problema para o sono do bebê. Felizmente, os óleos essenciais também podem ajudar a combater esse problema. O gengibre, a erva-doce, a lavanda, a manjerona, a laranja selvagem e a camomila romana são excelentes óleos para aliviar os problemas de estômago de forma natural e suave. Você pode diluir 2 gotinhas em uma colher de sopa de óleo diluidor, e esfregar na barriga algumas vezes. Entretanto, se o problema persistir ou se você considerar que existe a possiblidade de ser um problema mais sério, deve buscar a ajuda de um profissional de saúde!

3.7 – Para aliviar a tosse

Misture a hortelã-pimenta, o eucalipto ou a melalueca em um óleo diluidor, esfregue nos pés do seu filho e a seguir vista-o com meias. Depois, esfregue o óleo diluído no peito do seu bebê. Isso pode fazer maravilhas na redução e eliminação de uma tosse persistente (embora mais uma vez, se você suspeitar que seu filho esteja doente, você deve levá-lo a um profissional de saúde para avaliação - os óleos são destinados a aliviar os sintomas da doença, e não tratar a própria doença). Você também pode usar o óleo diluído em um difusor de aromas, para que seu filho obtenha o benefício ao respirar o ar aromatizado.

Você sabia?

  • Óleos essenciais não devem ser usados em bebês com menos de 3 meses;
  • Óleos essenciais são muito concentrados. Por isso devem ser diluídos em óleos diluidores ou cremes;
  • Nunca aplique os óleos essenciais diretamente na pele do seu bebê;
  • O bebê não deve ingerir os óleos essenciais, NUNCA. 
Fontes e referências
[1] https://www.babysleepsite.com/sleep-training/essential-oils-baby-sleep/
[2] https://www.healthline.com/health/parenting/essential-oils-for-babies
[3] https://dorminhoco.com/bebe-dormir-noite-inteira/

Postado em Bebês e Crianças e Notícias no dia 02 de Novembro de 2017

Comentários

Leia também...

É melhor bebês dormirem com ou sem travesseiro?

Vou começar esse post com um alerta: “Não é recomendado travesseiros para bebês com menos de 2 anos, visto que eles podem se sufocar com facilidade”. [1] Na verdade, nem bebês mais velhos precisam de travesseiro. Os pais geralmente pensam que colocar um travesseiro para a criança vai garantir um conforto extra, quando na verdade a criança ... Leia o artigo »

30/12/2014

10 Dicas para fazer seu bebê dormir

Eles são um pesadelo recorrente na hora de dormir, você e seu bebê estão exaustos, mas ele não quer adormecer. Como um bom pai ou mãe, você também precisa que seu bebê durma para se manter descansado e com saúde. Dormir é crucial para a saúde do bebê, recém-nascidos requerem cerca de 15-16 horas ... Leia o artigo »

20/01/2014

Qual a melhor posição para mulheres grávidas dormirem?

Dormir com um barrigão não deve ser fácil, principalmente se antes de ganhar o bebê você tinha o costume de dormir de bruços e durante a gravidez precisa mudar de posição. Então, qual a melhor posição para mulheres grávidas dormirem? Depois do quinto mês suas costas provavelmente não são as mesmas... Leia o artigo »

11/01/2015