'Dormir bem é viver bem.' Dorminhoco.com

Óleo essencial de Lavanda - Benefícios e dicas de uso

Capa post - Óleo essencial de Lavanda - Benefícios e dicas de uso

Texto: Postado em Dicas e Diversos por Marcelo Morais no dia 26 de Dezembro de 2017 e última atualização dia 16 de Maio de 2019 .

Desde a Antiguidade até os dias atuais, a natureza vem suprindo as necessidades do homem. Entre uma infinidade de recursos, a lavanda e seu óleo essencial já ganhavam predileção há aproximadamente 2 mil anos, auxiliando egípcios, gregos, fenícios e romanos, além de também ser usada durante a Peste Negra séculos mais tarde.

Rica em propriedades medicinais, o óleo essencial de lavanda tem muito a nos oferecer e, portanto, apresentaremos seus benefícios e dicas de uso.

Boa leitura!

Cotidianamente, o óleo essencial de lavanda aumenta sua legião de admiradores, o que não é por acaso, pois este óleo é um forte componente da aromaterapia, uma vez que atua agregando uma série de benefícios à saúde do paciente. Possui um aroma adocicado, floral, herbáceo e levemente amadeirado. Ao ser inalado, proporciona grande bem-estar, reflexo de um resultado em demasia relaxante!

1 - Características técnicas

  • Óleo essencial: baixíssima toxidade (compre na loja)
  • Descrição olfativa: flora, ervas e madeira
  • Nome científico: lavandula agustifolia, lavanda officinalis, lavandula vera
  • Precaução: as contraindicações serão apresentadas no final do artigo

2 - Histórico de utilização

O óleo essencial de lavanda apresenta múltipla funcionalidade. Ele funciona como calmante, tranquilizante, sedativo, relaxante, equilibrador, restaurador e antidepressivo. É capaz de aliviar tensão, cansaço, estresse, dor de cabeça, cólica, enxaqueca e tensão muscular. Suas propriedades medicinais são eficazes e agem como cicatrizante, regenerador de célula, antisséptico, analgésico, desodorante natural e anti-inflamatório. O óleo essencial de lavanda não se faz dispensável em caso de pequenos cortes, picadas de inseto, psoríase, dermatite, micose e herpes. Ele também funciona contra acne! No tratamento da pele, o óleo essencial de lavanda é um auxiliador importante, capaz de revigorar a pele, diminuir rugas, acalmar a irritabilidade e refrescar.

A lavanda é originária do norte da África e das regiões montanhosas mediterrâneas. Hoje, ela cresce em todo o sul da Europa, Estados Unidos e Austrália. No Brasil, o óleo essencial de lavanda recebe o nome de alfazema.

3 - Principais componentes terapêuticos

  • Ésteres
  • Linalino
  • Linalol
  • Terpinen-4-ol
  • Cânfora
  • Ocimeno
  • Acetato de Lavanda
  • Eucaliptol
  • Limoneno
  • Geraniol

O éster é um dos principais compostos orgânicos do óleo essencial de lavanda. Trata-se de uma molécula aromática com propriedades antiespasmódicas (suprimem dores e espasmos), funcionando como calmante e estimulante. Contudo, graças a este componente, o óleo essencial de lavanda age sobre o sistema nervoso, estimulando, então, a produção de melatonina: um dos hormônios responsáveis pela produção de sono.

O gráfico abaixo mostra a proporção dos principais componentes do óleo de lavanda:

Principais compostos orgânicos do óleo essencial de lavanda

4 - Benefícios

4.1 - Estimula o sono

O uso do óleo essencial de lavanda estimula o sono, o que tornou este produto referência para o tratamento alternativo contra a insônia. Experimentos realizados com pacientes de idade avançada mostrou um aumento considerável na regularidade do sono. Para que isso acontecesse, seus remédios habituais (outros tipos de calmantes e afins) foram substituídos pelo óleo essencial de lavanda.

Há duas maneiras de utilizar o óleo essencial de lavanda para dormir melhor: podemos pingá-lo ou borrifa-lo no cobertor ou no travesseiro (neste caso, deve-se ter cuidado para não manchar a fronha, pois o óleo possui uma coloração amarelada devido à sua alta concentração); ou também podemos colocar duas gotas do óleo em um aromatizador, para que torne o ambiente mais relaxante e agradável, estimulando o sono.

4.2 - Alivia dores

O óleo essencial de lavanda é conhecido como um ótimo remédio para vários tipos de dor: tensões musculares, reumatismo, distensão, dores nas costas e no lumbago. Uma massagem feita regularmente com óleo essencial de lavanda também pode proporcionar alívio nas articulações que doem.

Um estudo realizado sobre a dor pós-operatória mostrou que se misturarmos o vapor do óleo essencial de lavanda com oxigênio, reduzirá significativamente a mal-estar doloroso, beneficiando os pacientes que foram mantidos vivos com a ajuda de aparelhos após uma cirurgia de grande proporção. O óleo essencial de lavanda também diminui a dor causada pela cólica. Basta aplicá-lo no ventre e realizar massagens ali. 

4.3 - Cuida da pele

Os benefícios do óleo essencial de lavanda para a pele pode ser atribuídos a suas propriedades antissépticas e antifúngicas. É utilizado para tratar vários transtornos dermatológicos, como a acne, por exemplo. Neste caso, o óleo essencial de lavanda atua inibindo as bactérias que causam a infecção inicial. Ele também ajuda a regular a excreção excessiva produzida pela glândula sebácea através da manipulação hormonal e pode reduzir os sinais de cicatrização após a cura da acne. 

No mais, o óleo essencial de lavanda diminui rugas e psoríases. É utilizado, frequentemente, para acelerar o processo de cicatrização de feridas, cortes e queimaduras. Podemos mesclar o óleo essencial de lavanda com camomila para tratar a eczema. Em caso de sarna, você pode aplicar na pele (na parte infectada, em específico) uma mistura feita com óleo de lavanda e álcool. Realize este procedimento todos os dias.

4.4 - Diminui a ansiedade

O óleo essencial de lavanda tem um aroma tranquilizador, razão pela qual é um ótimo sedativo para os nervos e contra a ansiedade. Também é válido no tratamento de enxaqueca, depressão, tensão e estresse emocional. O aroma elimina o nervosismo e a inquietação à medida que relaxa a mente. Seus efeitos auxiliam a regular a variabilidade do ritmo cardíaco. Segundo estudos, inalar o óleo de lavanda aumenta a função cognitiva.

4.5 - Auxilia o fluxo respiratório

Contra problemas respiratórios, o óleo essencial de lavanda é indispensável. Assim, ele elimina a tosse, asma, congestão nasal, bronquite, laringite, amigdalite e inflamação na garganta. Ele também pode ser utilizado em forma de vapor ou aplicado sobre o pescoço, peito e costas (antes busque saber se é um óleo que necessita ser diluído). As propriedades do óleo essencial de lavanda têm a eficácia de desprender o catarro e outras substâncias não desejadas, acelerando o processo de recuperação. Seu vapor funciona contra bactérias, combatendo, assim, infecções nas vias respiratórias.

4.6 - Cuida do cabelo

Além de ser eficiente contra piolhos e lêndeas, o óleo essencial de lavanda é útil no tratamento contra a perda de cabelo, incluindo pacientes que sofrem de alopecia, doença autoimune, onde o próprio corpo rechaça seus folículos capilares. Este óleo desinfeta e nutre o couro capilar, sendo recomendado tal qual medida preventiva contra a calvície masculina.

4.7 - Auxilia a circulação sanguínea

O óleo essencial de lavanda auxilia a circulação do sangue, pois diminui a pressão arterial e pode ser utilizado no tratamento contra hipertensão. Em consequência, os órgãos aumentam seu nível de oxigenação, estimulando a força muscular e sua vitalidade, dando impulso à atividade cerebral e afastando os riscos de ataque cardíaco e os da aterosclerose (enrijecimento das artérias), enfermidade provocada pela má circulação.

O óleo essencial de lavanda pode ajudar os diabéticos através da aplicação ou da inalação, prevenindo-os dos riscos da baixa circulação, o que pode acarretar complicações perigosas.

4.8 – Auxilia a digestão

Para esta finalidade, faz-se recomendável tomar chá de lavanda após a refeição. Assim, haverá a produção da bile e do suco gástrico, ajudando no tratamento da digestão, inibindo cólicas, flatulências, diarreia e vômito. E os benefícios não param por aí! O consumo do chá aumenta a mobilidade do alimento no intestino e reduz o refluxo ácido.

4.9 - Reduz a febre

Acrescente uma ou duas gotas de óleo essencial de lavanda em água morna e lave, suavemente, o corpo para reduzir a febre em adultos e crianças.

4.10 - Repele insetos

Muitos insetos voadores não gostam do aroma da lavanda, o que pode substituir outros repelentes (caseiros ou não). A lavanda, ainda em forma de planta e próxima à janela, pode evitar a entrada de insetos em sua casa. Coloque bolsas de lavanda seca nos armários ou guarde-as em gavetas para repelir as traças. Também podemos polvilhar o óleo essencial de lavanda nos cômodos para afastar insetos.

4.11 - Estimula o fluxo de urina

O óleo essencial de lavanda é válido contra transtornos urinários, devido ao seu efeito estimulante sobre a produção de urina. Este óleo também ajuda a reestabelecer o equilíbrio hormonal e reduz a inflamação na bexiga urinária. Também reduz qualquer cãibra associada a estes e demais transtornos.

4.12 - Cicatriza lábios rachados

Aplique óleo de lavanda a nível terapêutico em lábios rachados para aliviar a dor, evitar secura posterior e efetuar uma cicatrização mais rápida. Agregue óleo de lavanda a umectantes naturais para ajudar a acalmar e sarar, também, as mãos secas e rachadas.

5 - Contraindicações

Não se deve utilizar o óleo essencial de lavanda na pele de bebês, pois, devido à cicatrização rápida causada pelo medicamento e a alta sensibilidade da pele da criança, pode haver o surgimento de cascas e, em consequência, a sensação de irritabilidade; mulheres grávidas e em fase de amamentação também devem evitar a utilização do óleo essencial de lavanda.

Tampouco é recomendável a utilização do óleo essencial de lavanda em ambientes de trabalho – seu efeito tranquilizador pode afetar o ritmo de produtividade dos empregados. É um óleo que pode causar efeito alérgico em pessoas que têm uma pele muito sensível. Caso seja usado com frequência, algumas pessoas podem sentir náuseas, ânsia de vômito e dores de cabeça. Não se deve, em hipótese alguma, incluir o óleo essencial de lavanda na alimentação! Caso contrário, ao ser ingerido oralmente, danos graves podem afetar a saúde, produzindo visão embaçada, dificuldades respiratórias, ardência nos olhos, vômito e diarreia.

Fontes referenciais:
https://www.youtube.com/watch?v=IFhIloGI7hA
https://www.youtube.com/watch?v=-_sGmItpzNU
https://www.youtube.com/watch?v=fxi1KFcNSZg
https://www.youtube.com/watch?v=ED-jH-QUGwg
https://www.organicfacts.net/health-benefits/essential-oils/health-benefits-of-lavender-essential-oil.html
https://www.essentialoilhaven.com/top-10-lavender-essential-oil-benefits/
https://articles.mercola.com/herbal-oils/lavender-oil.aspx

Comentários

Leia também...

Simples dicas para dormir bem

O segredo para dormir melhor está na rotina diária. Certos hábitos antes de deitar-se (como ir para a cama com pontualidade) aumentarão a qualidade do sono e darão mais saúde ao seu estilo de vida. Em vista disso, apresentaremos nessa postagem algumas dicas simples que ajudarão você a ter uma boa noite de sono, com uma série de benef&ia... Leia o artigo »

18/01/2014

Mini guia sobre o tecido de seda e seus benefícios

Tendo com vista que vendemos diversos produtos de seda como fronhas, máscaras para dormir e até pijamas, resolvemos fazer um tipo de guia da seda para que você entenda as características desse tecido luxuoso bem seus benefícios a saúde, principalmente para a pele e cabelos. Bem vindo ao mundo da seda! Sinônimo de luxo e beleza a milhares de anos. Em p... Leia o artigo »

14/09/2016

10 Razões porque você não consegue dormir

Problemas para dormir? Separamos nessa postagem 10 problemas comuns que impedem as pessoas de terem uma boa noite de sono.  Como sempre, recomendamos que você procure um médico especializado ou uma clínica do sono caso seu problema para dormir seja constante. 1 - Seu quarto não é escuro o bastante É ideal que seu quarto não tenha nenhum tip... Leia o artigo »

24/01/2014

Quantas horas devemos dormir? Saiba porque essa é a pergunta errada

O que importa não é o número de horas na cama, mas sim, a qualidade do tempo de sono. Se você dorme durante longas horas e, mesmo assim, tem dificuldades para acordar e se manter alerta pelo resto do dia, talvez não esteja usufruindo suficientemente dos diferentes estágios do sono.  Cada estágio no ciclo do sono oferece diferentes... Leia o artigo »

10/02/2015

Os benefícios de uma boa noite de sono

Dormir bem faz com que você se sinta melhor, mas a importância de uma boa noite de sono vai além do bem-estar. A maneira como você se sente após acordar diz muito sobre a noite passada e como será o dia que vem pela frente.  Ter uma boa noite de sono é a chave para um estilo de vida saudável, que beneficia seu coração, control... Leia o artigo »

20/01/2014