'A melhor ponte entre desespero e esperança é uma boa noite de sono.' Joseph Cossman

Óleo Essencial de Eucalipto (Eucalyptus Globulus) – Benefícios e Dicas de Uso

Respire fundo!... De novo! Isso... Muito bem! Está sentindo? Nada por enquanto? Ora! Trata-se do fabuloso aroma exalado pelo óleo essencial de eucalipto. Se você ainda não o tem em mãos, sem problemas, nossa loja virtual está de portas abertas. Comprá-lo é recomendável, conhecê-lo, também – eis o propósito que nos levou a escrever este artigo. Nele, falaremos sobre as propriedades medicinais do referido óleo, mencionando seus benefícios, a incluir dicas de como empregá-lo em certas situações. Boa leitura!

A árvore de eucalipto (em inglês: Tasmania Blue Gum) possui folhas perenes. Delas, extrai-se um óleo essencial rico e repleto de propriedades medicinais que, em diversos aspectos, protegem a saúde. O óleo essencial de eucalipto é anti-inflamatório, desodorante natural, antisséptico, estimulante, antibacteriano, descongestionante, antiespasmódico etc. Aparentemente, é um óleo incolor; seu aroma é suave e um pouco semelhante ao da menta. Inalá-lo proporciona bem-estar, tranquilidade e estimulo.

Características importantes:

  • Óleo essencial: 100% puro e natural
  • Descrição olfativa: fresco, cítrico, adocicado, herbal.
  • Precaução: as contraindicações serão mencionadas no final do artigo.
  • Nome científico: Eucalyptus Globulus, Myrtaceae.

1 - Histórico de utilização

Como dito anteriormente, o óleo essencial de eucalipto é retirado das folhas altas e perenes da árvore de eucalipto. Esta árvore, dependendo da região na qual é encontrada, atende pelo nome de “árvore da borracha azul” ou “árvore da casca fibrosa”.

O eucalipto é originário da Austrália. Nos últimos séculos, suas raízes têm crescido em outros países, como África do Sul e Índia, além daqueles que integram o continente europeu. Apesar de este óleo ser produzido em diversas localidades, a Austrália continua sendo a fonte principal.

Da árvore de eucalipto vem o alimento dos coalas e, portanto, proporciona um incrível apoio nutricional para a vida silvestre.

Um dado interessante: antes de o óleo essencial de eucalipto ser usado como elemento medicinal, pessoas que viviam em pequenas cidades australianas utilizavam-no em forma de gás para iluminar suas propriedades, fossem comerciais ou privadas.

Conforme o relato de uma lenda inglesa, um colono perdeu o polegar em consequência de uma machadada. Por sorte, seu pai, grande conhecedor da tradicional medicina aborígene, aconselhou-o suturar a ferida e, em seguida, cobri-la com um curativo feito de folhas de eucalipto. O colono ferido pôs em prática as instruções. Passado algum tempo, um cirurgião observou o resultado daquele procedimento e disse ter se surpreendido, pois o ferimento cicatrizou com rapidez e não apresentou nenhum sinal de infecção. Sem tardar, notícias como esta se espalharam pela Austrália. Em 1852, farmacêuticos – como Joseph Bosisto – investiram na ideia de produzir comercialmente o óleo essencial de eucalipto. Pouco depois, as folhas de Eucalyptus radiata foram destiladas, pela primeira vez, em Melbourne.

É evidente que os aborígenes usaram o eucalipto – ou “kino”, como é chamado por estes nativos – para curar diversas feridas.

Hoje, o uso do óleo de eucalipto está ganhando popularidade na aromaterapia, afinal de contas, combina com outros óleos essenciais, incluindo o óleo essencial de tomilho, alecrim, manjerona, lavanda, madeira de cedro e incenso.

2 - Principais componentes terapeuticos e nutricionais

O óleo essencial de eucalipto tem, na maior parte de sua composição, as propriedades de um óleo volátil típico. O Eucaliptol também está presente em sua composição. Esta mesma propriedade está incluída em uma variedade de medicamentos de venda livre, a tirar como exemplo: inaladores, cremes, unguentos etc.

Estudos apontam que os benefícios para a saúde, obtidos através do óleo de eucalipto, ainda provêm da substância química Eucaliptol. Esta substância é capaz de reduzir a inflamação e a dor, ou até a eliminação de células leucêmicas. Encontra-se, aproximadamente, 1.200 pesquisas científicas que abordam a atuação do Eucaliptol.

O eucalipto tem os níveis de Eucaliptol mais altos que qualquer planta (80 - 95%). Estudiosos descobriram que muitas outras plantas têm níveis significativos de Eucaliptol, e são elas: gengibre, cannabis, cardamomo, helichrysum, alecrim, menta, melaleuca.

3 - Benefícios

3.1 - Elimina o cansaço mental

Em princípio, inalar o aroma do óleo essencial de eucalipto produz a agradável sensação de frescor. Em geral, as pessoas que sofrem com certas doenças e transtornos têm um raciocínio vagaroso. O óleo de eucalipto elimina o cansaço e a lentidão mental, elevando o estado de ânimo das pessoas que estão doentes. Também é válido incluir este óleo no tratamento contra o estresse e os transtornos mentais. Além
do cansaço mental, ele é utilizado para estimular a atividade mental e ampliar o fluxo sanguíneo no cérebro.

O óleo de eucalipto é um vasodilatador e, portanto, aumenta o fluxo sanguíneo no corpo ao dilatar os vasos, permitindo maior circulação de sangue. Assim, quanto mais sangue no cérebro, melhor a atividade cerebral. Profissionais que atuam na área da educação usam o óleo de eucalipto a fim de aumentar o rendimento dos estudantes. Apesar de faltarem mais pesquisas voltadas para esta área, sinais mostram a relação positiva que há entre a função cerebral e o óleo essencial de eucalipto.

3.2 - Cuida da saúde bocal

O óleo essencial de eucalipto é um ingrediente fundamental que é inserido em enxaguantes bocais e pastas de dente. Estudos têm sido realizados e voltados para suas propriedades antibacterianas e, assim, constatou-se que o óleo de eucalipto é infalível contra o crescimento microbiano, responsável por um série de doenças corporais.

3.3 - Atua contra o resfriado e a gripe

Podemos encontrar no óleo de eucalipto um expectorante que ajuda a retirar do corpo humano toxinas e micro-organismos danosos. Em caso de resfriado, uma das maneiras mais efetivas de utilizar o óleo
essencial de eucalipto é depositando algumas gotas em um difusor antes de dormir, para que possa obter os benefícios curativos durante o repouso.

Em situações mais graves, recomendamos um banho de vapor, isto é, despeje uma xícara de água fervida em uma tigela e deposite 10 gotas de óleo essencial de eucalipto. Em seguida, coloque uma toalha na cabeça e inale profundamente o vapor durante 5 - 10 minutos.

3.4 - Diminui a dor muscular

O óleo essencial de eucalipto é um analgésico e anti-inflamatório natural. Diga adeus à dor nas articulações e nos músculos! Para que isso aconteça, utilize o óleo essencial de eucalipto na região corporal afetada, massageando-a após umedecê-la com algumas gotas do óleo. Ademais, recomendamos este óleo aos pacientes que sofrem de reumatismo e dor nos tendões, além de rigidez muscular, fibrose e dor nervosa. Lembre-se: massageie a região afetada fazendo movimentos circulares com a mão.

3.5 - Combate problema respiratórios

Secreção nasal, sinusite, tosse, resfriado, asma, dor de garganta, bronquite, congestão nasal... Enfim, o óleo essencial de eucalipto é eficaz para tratar estes problemas que afetam a respiração.

Um estudo publicado no ano de 2004, feito na área de Laringoscopia, mostrou que os pacientes que sofrem de sinusite não bacteriana demonstraram uma melhora rápida quando neles foi aplicado um
remédio que continha o óleo essencial de eucalipto. Os gargarejos feitos com óleo essencial de eucalipto misturado com água morna são consistentemente efetivos no tratamento de dores de garganta.

A asma é uma doença que afeta milhares de pessoas em todo mundo. Entre muitos tratamentos contra a doença, um deles é o uso do óleo essencial de eucalipto. Derrame 1–3 gotas deste óleo no peito e massageie-o; o efeito calmante causado pelo aroma dará alívio à garganta e dilatará os vasos sanguíneos, permitindo a entrada de mais oxigênio nos pulmões e o ressurgimento da respiração normal. As propriedades anti-inflamatórias do óleo de eucalipto também são úteis para aliviar os sintomas da asma.

3.6 - Purificador de ar

Tente colocar algumas gotas em seu aspirador de pó e nos filtros do secador de roupa. Assim, você irá refrescá-los e desinfetá-los. Isso também é ideal para matar mofos em seu lar. Podemos misturar eucalipto com outros óleos, como o de cravo-da-índia e o óleo de melaleuca, a fim de purificar o ar e manter a casa livre de mofos.

3.7 - Conduz a diabete

O óleo essencial de eucalipto pode ajudar a controlar o açúcar no sangue. Sabemos, também, que os diabéticos sofrem de má circulação sanguínea, o que pode ser muito perigoso, afinal, por este motivo
muitos pacientes têm seus membros amputados ou morrem. Graças à propriedade vasodilatadora deste óleo, todo o corpo é beneficiado com o aumento da circulação sanguínea. Para que haja a dilatação dos vasos sanguíneos, sugerimos a inalação deste óleo em forma de vapor e massagens constantes. É recomendável utilizá-lo na pele após o banho para melhores resultados.

3.8 - Cuida do cabelo

Umas poucas gotas de óleo essencial de eucalipto com um pouco de óleo de coco ou de oliva dará ao seu cabelo um agradável tratamento hidratante. Isso é ótimo para evitar a caspa e comichão no couro capilar. Contudo, o eucalipto é usado tal qual remédio natural contra piolhos substituindo os tratamentos químicos.

3.9 - Tratamento para feridas

Como mencionado nos primeiros parágrafos, este óleo possui propriedades antissépticas e antibacterianas. Portanto, são efetivas no tratamento de feridas, incluindo cortes, queimadura, arranhões e escoriações. O óleo essencial de eucalipto é um excelente unguento e solução para picadura de mosquitos e mordida de insetos. Funciona como um analgésico natural e evita que a área seja infectada, motivo pelo qual a cura surge de maneira rápida.

Mas a lista não para por aí! Sinta-se à vontade para usar o óleo de eucalipto em seus animais de estimação.

3.10 - Diminui a febre

O óleo essencial de eucalipto é usado para tratar a febre, reduzindo a temperatura. Por esta razão, o referido óleo é apelidado como "óleo para a febre". Ele funciona melhor ainda quando combinado com o óleo de menta, por exemplo. Deste modo, além de ser um desodorante natural, também reduz a temperatura febril.

3.11 - Elimina os germes intestinais

Caso você sofra de vermes intestinais, saiba que o óleo essencial de eucalipto é um ótimo vermífugo. Segundo estudos, o consumo deste óleo pode evitar as condições causadas por bactérias, micróbios e parasitas, surgidos em diversas partes do corpo, principalmente no cólon e intestino.

3.12 - É útil contra a tuberculose

Pesquisas atuais sobre o óleo essencial de eucalipto comprovam que suas propriedades ajudam a prevenir infecções bacterianas resistentes a medicamentos tradicionais. Exemplificando, o vírus da tuberculose age desta maneira.

À medida que os agentes danosos da tuberculose desenvolvem resistência à reação dos remédios convencionais, a saúde pública mostra-se preocupada, pois, em algumas regiões, a maior parte das
pessoas já sofre com o vírus HIV.

Um estudo publicado pelo Journal of Natural Products, propôs avaliar como era utilizado o óleo essencial de eucalipto face à tuberculose que, por sua vez, era resistente aos medicamentos inalados. Em consequência, foram descobertos 32 compostos ativos antituberculose no óleo essencial de eucalipto. Notou-se a forma em que vários componentes interagiam entre eles e, assim, certas combinações inibem a tuberculose aerotransportadora em mais de 90%.

Um pesquisador do Hospital Universitário de Bonn, na Alemanha, publicou um artigo na revista Drug Research, destacando como o eucaliptol, que é encontrado comumente no óleo essencial de eucalipto, é realmente uma terapia eficaz em longo prazo para ajudar a controlar os sintomas de DPOC e melhorar a asma.

3.13 - Contra alergias

De acordo com uma pesquisa feita pela NYU Medical School, o óleo essencial de eucalipto é ótimo para tratar a sinusite. Pacientes tiveram uma melhora significativa ao utilizar esse óleo mediante alergias e problemas similares. Ainda de acordo com os estudos: pacientes fizeram uso interno do óleo de eucalipto.

3.14 - Elimina piolhos

Em virtude de suas famosas qualidades, que também agem como repelente de insetos e pesticidas naturais, o óleo de eucalipto pode ser usado tal qual tratamento natural para eliminar piolhos. Certos tratamentos, que servem para esta finalidade, são severos e causar sérios danos ao cabelo, pois carregam consigo substâncias químicas perigosas. Para uma cabeça infestada de piolhos, o tratamento mais saudável e recomendável é o óleo essencial de eucalipto.

3.15 - Retira manchas

Semelhante ao óleo essencial de limão, o de eucalipto é infalível para eliminar manchas em almofadas, roupas e outros objetos que estão em sua casa. Aliás, o óleo essencial de eucalipto pode ser útil até para retirar chiclete grudado na sola de sapatos e afins. Antes de utilizá-lo, busque testá-lo em um lugar discreto para, enfim, assegurar-se que o óleo de eucalipto não danificará o material que você pretende
limpar. Precaução nunca é demais, pois pouca se sabe sobre o que há no material sintético dos produtos atuais.

4 - Contraindicações

O óleo essencial de eucalipto, não diferente de muitos óleos essenciais, deve ser mantido longe de bebês e crianças pequenas. Deve-se, também, evitar qualquer contato entre o óleo e partes sensíveis do corpo, como os olhos, por exemplo. Quando tomado em quantidades acima das prescritas, este óleo pode ser tóxico. Sua dosagem vai de acordo com diversos fatores, isto é: a idade, o sexo, o estado de saúde do paciente e fatores externos.

Antes de dar o primeiro passo em um tratamento alternativo, consulte um médico/especialista e busque realizar exames para constatar seus tipos de alergia. Lembre-se: óleos essenciais podem interferir em tratamentos homeopáticos. Para certas pessoas com sensibilidades dermatológicas, o óleo essencial pode provocar eczema, incômodos e, inclusive, pode ser perigoso.

Referências:
https://www.organicfacts.net/health-benefits/essential-oils/health-benefits-of-eucalyptus-essential-oil.html
https://draxe.com/eucalyptus-oil-uses-benefits/

Postado em Óleos essenciais no dia 16 de Março de 2018

Comentários

Leia também...

Óleos essenciais realmente funcionam?

Se o questionamento trouxe você até aqui, saiba que – segundo o pensamento aristotélico – a dúvida é o princípio da sabedoria. Questione quantas vezes for preciso, mas não perca a boa oportunidade de conferir este artigo, no qual caminharemos rumo à pergunta principal: Óleos essenciais realmente funcionam? Também pont... Leia o artigo »

03/04/2018

Óleo Essencial de Cedro da Virgínia (Red Cedarwoord) - Benefícios e dicas de uso

Você sabia que a linha de óleos essenciais é uma fonte de riqueza inesgotável para sua saúde? Melhor que isso, é conferi-los de perto: nossa loja virtual, repleta de produtos, aguarda sua visita. Já para aqueles que buscam informação e aceitam palpites, nós apresentaremos neste artigo o óleo essencial de Cedro da Virg&iacu... Leia o artigo »

19/03/2018

Óleo essencial de Alecrim - Benefícios e dicas de uso

Alecrim: nome que causa familiaridade nos amantes da boa gastronomia. Esta plantinha, apesar de quase imperceptível em pratos sofisticados, melhora-os significativamente com seu sabor inconfundível. Hoje, iremos um pouco além da mesa. Falaremos do óleo essencial de alecrim, especificando seus benefícios e dicas de como melhor usá-lo. Para quem faz uso... Leia o artigo »

29/01/2018