'Por bons sonhos e belas noites de sono.' Dorminhoco.com

Óleos essenciais cítricos combatem o câncer de fígado

Capa post - Óleos essenciais cítricos combatem o câncer de fígado

Texto: Postado em Estudos por Caio Cesar no dia 13 de Maio de 2019 .

Estudo [1] revela que óleos essenciais cítricos são capazes de inibir o câncer de fígado. Afirma-se que os terpenos, também conhecidos como terpenóides, podem atuar contra células cancerígenas, segundo análise minuciosa.

Tal efeito acontece após a aplicação do composto químico citronelal, cujo receptor olfativo OR1A2 é uma molécula importante e considerada grande responsável pelo efeito curativo. Existe a chance de este receptor olfativo servir para diagnosticar a referida doença, considerando o fato de também usá-lo, no futuro, como possível forma de tratamento.

Ainda: os terpenos são capazes realizar processos de sinalização nas células, ativando os receptores olfativos. Estes receptores não estão localizados apenas no nariz. Eles são encontrados em vários tipos de tecido humano, a usar, como exemplo, o da próstata e até dos próprios espermatozoides. De acordo com a ação dos terpenos, a carcinogênese e o câncer são afetados, embora não seja totalmente entendido com clareza como funciona a atuação destes agentes curativos neste contexto.

Através dos experimentos realizados por esta pesquisa, agora é direcionada grande atenção aos receptores olfativos que estão localizados além do nariz e há maior esperança no desenvolvimento de novos fármacos sem efeitos colaterais agressivos, desenvolvidos para tratar casos relacionados ao câncer.

Referência bibliográfica:
https://www.sciencedaily.com/releases/2015/01/150119082958.htm

 

Comentários

Leia também...

Por que dormimos mal na primeira noite em um novo lugar?

A chamada FNE (Fisrt Night Effect), em tradução livre seria “efeitos da primeira noite de sono”, faz parte da vida dos seres humanos desde o tempo das cavernas. Contudo, a ciência por trás desse comportamento permaneceu um mistério durante muito tempo. O FNE é tão comum que os especialistas do sono sempre descartam os dados colhidos na pr... Leia o artigo »

18/09/2018

Estudo mostra que pouco sono está ligado à doença de Alzheimer

Cientistas da UC Berkeley descobriram evidências convincentes de que o sono precário - particularmente um déficit do sono profundo e restaurador necessário para salvar as informações das memórias - é um canal através do qual a proteína beta-amilóide, que desencadeia a doença de Alzheimer, ataca o cérebro a lo... Leia o artigo »

30/10/2018

Falta de sono pode afetar a economia de um país

Dormir mal pode ser considerado um problema que atinge a saúde pública. Segundo fontes científicas [1], um em cada três adultos sofre de insônia em todo o mundo. A revista SLEEP divulgou um estudo feito pela Universidade de Oxford Press, que destaca uma relação muito próxima entre a insônia e um possível impacto negativo gerado na ... Leia o artigo »

26/06/2019

Hipnose pode ajudar no sono

Estudos descobriram que pessoas suscetíveis à hipnose podem ter um sono melhor depois de uma sessão rápida de hipnose, dizem pesquisadores suíços. Depois de fazer uma sessão de hipnose através de um áudio, 80% das mulheres que fizeram a sessão passaram mais tempo na fase de sono profundo comparadas àquelas que não ... Leia o artigo »

04/02/2015

Genes que regulam o quanto sonhamos

O sono é um comportamento universal e extremamente vital para os animais. Em vertebrados superiores, como mamíferos e aves, o sono é classificado em duas fases: sono de movimento rápido dos olhos (REM, no qual ocorre os sonhos) e sono não REM. Durante o sono REM, nosso cérebro é tão ativo quanto quando estamos acordados, ao passo que acredita... Leia o artigo »

05/09/2018