'Ainda que poucas pessoas o saibam, é preciso ter todas as virtudes para dormir bem.' Nietzsche (Zaratustra)

O que fazer para não dormir durante a aula?

Capa post - O que fazer para não dormir durante a aula?

Texto: Postado em Curiosidades por Caio Cesar no dia 23 de Abril de 2020 .

A vida de estudante universitário não é fácil. Trabalhar e ao mesmo tempo dar conta dos estudos pode comprometer as horas de sono. Assim, é comum passarmos madrugadas em claro, folheando livros, cadernos e apostilas. Véspera de prova, então... uma loucura!

Embora não seja um hábito saudável, compreendemos o fato de estas pessoas dormirem pouco às vezes. Talvez você mesmo seja uma delas, e gostaria de saber como se manter acordado em sala de aula. Fique por dentro de nossas dez dicas.  

Boa leitura!

1 - O que fazer para não dormir durante as aula?

1.1 - Levante-se e movimente-se

Talvez não seja fácil, em plena sala de aula, fazer movimentos largos a fim de bombear o sangue e elevar os níveis de energia. Porém, uma simples caminhada até o banheiro pode espantar a sonolência; aproveite para lavar o rosto e espreguiçar-se.

“Mas”, questionará você, “o que fazer se o professor estiver explicando uma matéria importante?”. Não há mistério: coloque em prática alongamentos que podem ser feitos sem desocupar a cadeira. Você pode encontrá-los na Internet.  

Também pode acontecer de você sentir sono durante a apresentação de um trabalho. Neste caso, seria uma boa ideia movimentar-se e gesticular bastante enquanto anda sobre o tablado. Direcionar sua atenção à turma fará com que o sono fique um pouco de lado.

1.2 - Busque ar fresco

Ir ao pátio, para tomar um pouco de ar, pode ser um ótimo estímulo contra a sonolência. No entanto, se você estiver fazendo uma prova ou realizando uma apresentação, não se preocupe: respire fundo! Consequentemente, haverá mais oxigênio em seu corpo, o que também elevará sua concentração. Muito interessante, né?

1.3 - Um pouco de café cai bem

Café: fiel companheiro de muitos universitários. Neste subtópico também deixamos, como sugestão, outras bebidas que levam cafeína (o chá seria uma delas). Para manter-se acordado, a quantidade necessária de café varia de pessoa para pessoa.

O café pode desencadear picos mais altos de energia e uma queda brusca quando, enfim, seu efeito passa. Optar por bebidas que contenham cafeína, visto que elas se mostram mais suaves, é um bom começo para você que não está habituado a beber xícaras de café.

1.4 - Beba mais água

Sabia que beber bastante água é uma estratégia adotada por caminhoneiros e outros profissionais que, durante horas, realizam atividades monótonas? É simples entender a importância desse hábito para o organismo.

A água, após ser ingerida, ajuda a manter o fluxo sanguíneo, de modo que o cérebro receberá o suficiente de oxigênio e nutrientes. Com isso, o cérebro continuará trabalhando com grande desempenho, durante ou após as aulas (sem contar os benefícios da água enquanto dormimos).

Ao contrário, não se hidratar corretamente provoca cansaço, irritabilidade e outros problemas de saúde. Então, não se esqueça de levar uma garrafa d’água contigo para os locais de estudo.

1.5 - Seja participativo

Ser participativo, aqui, não significa apenas ganhar ponto positivo do professor. Manter-se ativo deixará você mais acordado. Fica a dica: tome sempre anotações, participe de debates, faça perguntas ou comentários sobre aquilo que está sendo apresentado. Ocupar a mente manterá os olhos mais abertos!

1.6 - Tenha um horário fixo para dormir

Estabelecer um horário fixo para dormir e acordar é fundamental. Assim, você sentirá menos sono durante as aulas. Aliás, ao fazer isso você estará regulando seu relógio natural e, com o tempo, sua mente e corpo saberá quando a hora de dormir estará se aproximando.

Durma, no mínimo, 7 - 8 em cada noite. Adolescentes precisam de mais tempo de sono, equivalendo a 9 -10 horas.

1.7 - Tome um pouco de sol

Indo direto ao ponto: aproveite as primeiras horas da manhã para pegar sol. Você pode, por exemplo, obter luz solar enquanto caminha até o ponto de ônibus, ou abra todas as janelas para obter o máximo de luz enquanto se arruma ou toma o café da manhã.

A luz do sol é um fenômeno poderoso. Ela proporcionará ao seu organismo vitamina D, como também regulará seus relógios internos e, deste modo, você se sentirá mais disposto ao longo do dia e sonolento à noite.

1.8 - Troque de lugar

Sentar-se no fundo da sala nos induz, ainda que inconscientemente, a tirar um cochilo. É um lugar afastado, longe da troca de informação... Para não cair nesta armadilha, busque ocupar as fileiras da frente, onde você dificilmente sentirá sono, pode apostar.

1.9 - Experimente a menta

A menta é uma plantinha que oferece diversos benefícios. Todos os estudantes deveriam experimentá-la. Sério. Afinal, a menta pode estimular o hipocampo, uma parte do cérebro responsável pela memória, estado de alerta e outras habilidades indispensáveis no meio acadêmico. Se você não curte beber café, substitua-o por uma xícara de chá de menta. Não seria nada mal!

1.10 - Relaxe

Más notícias, preocupações e compromissos estudantis podem colocar em jogo sua saúde emocional. De fato, tanta responsabilidade aumentará seu cansaço mental e físico e, portanto, a meditação é uma prática adequada.

Após alguns dias de mediação, você notará maior concentração, menos ansiedade e melhores noites de sono. Seus estudos vão sofrer um impacto positivo.

2 - Considerações finais

O que você achou de nossas dez dicas? Nós esperamos que todas sejam úteis. Buscar ter um excelente desempenho, tanto na vida profissional quanto estudantil, é louvável, mas também nunca deixe de priorizar seu sono.

Apesar dos dez conselhos, se você ainda sente muito sono enquanto estuda ou faz outras atividades, talvez a causa seja algum distúrbio, como a própria apneia do sono. Receber a ajuda de um profissional da saúde é indispensável.

Referência bibliográfica:
https://www.healthline.com/health/how-to-stay-awake-in-class

Comentários

Leia também...

Faz mal dormir com o ventilador ligado?

Você já acordou pela manhã com o pescoço rígido e se culpou pelo mau jeito que você dormiu? Infelizmente, o culpado pode ser o seu ventilador de todas as noites trazendo-lhes mais danos do que benefícios. Dormir com o ventilador ligado pode causar uma queda notável na temperatura, e de acordo com o Centro de Massagem Terapêutica e de Bem-... Leia o artigo »

22/02/2018

Por que dormimos?

Seres humanos precisam dormir, todos sabem muito bem disso. Uma pessoa saudável passa, em média, 36% da sua vida dormindo. Sem o sono, nós ficamos de mau humor, preguiçosos, não conseguimos nos lembrar muito bem dos fatos que colocam nossas vidas em risco. Apesar de conhecermos os problemas relacionados à falta de sono, ninguém sabe&n... Leia o artigo »

28/01/2014

Faz mal dormir de maquiagem?

Dormir de maquiagem faz mal? Sim! “Retirar a maquiagem é um hábito que deve ser religiosamente cumprido, ou seja, tem que virar rotina, pois, o resíduo que fica sobre a pele obstrui os poros, propiciando o surgimento de espinhas, cravos e sinais de envelhecimento precoce”, explica a dermatologista Dra. Danielle Aguiar [1]. Mas, você sempre tira sua ... Leia o artigo »

04/11/2016

Como funciona nosso cérebro durante o sono?

Estudar o sono atrai nosso olhar para o corpo humano. Daí, notamos que dormir não é, em hipótese alguma, uma atividade inerte: livre de movimentos e reações – não! Se há vida, naturalmente há processos fisiológicas, graças ao trabalho de certos órgãos, dentre os quais falaremos, neste artigo, sobre o c... Leia o artigo »

28/02/2020

15 Mitos sobre o sono revelados

Por mais de 2.500 anos, o sono vem sendo estudado e, mesmo assim, sabemos muito pouco sobre suas razões, causas e efeitos. Apenas no século passado cientistas começaram a estudar afundo sobre a psicologia do sono. Em 1928, a eletroencefalografia (EEG) foi usada pela primeira vez para gravar a atividade cerebral durante o sono. Mais recentemente, a ressonância magné... Leia o artigo »

09/02/2014

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 4965 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.