'O sono é a corrente dourada que une a saúde aos nossos corpos.' Thomas Dekker

Máquinas CPAP podem trazer riscos a saúde?

Como vimos aqui no blog em vários posts sobre a apneia do sono, o CPAP é o tratamento padrão-ouro para esse distúrbio. Por isso, é muito importante que você tenha os devidos cuidados com a sua máquina para não ter mais problemas de saúde. No post de hoje além de falar sobre alguns riscos associado ao uso de aparelhos CPAP, vamos falar um pouco sobre os cuidados que você deve ter com seu dispositivo CPAP para usufruir de todos os seus benefícios, sem preocupações.

Primeiro, veja se você se identifica com essa pergunta: você costuma usar a máquina CPAP para tratamento da apneia, mas utiliza cada vez menos o seu aparelho pois acha que ele é muito difícil e chato de limpar? Se a reposta for sim, esse post é para você.

Embora possa parecer um incômodo manter seu equipamento CPAP sempre limpo, lembre-se que é um aparelho vital para sua saúde - desde que seja feita uma limpeza de forma eficiente e regular.  Enquanto a terapia CPAP não cura a apneia do sono, aqueles que seguem fielmente este tratamento, de fato, experimentam alívio significativo dos sintomas da apneia do sono. Fica a pergunta: você está realmente dando à sua máquina CPAP a atenção que ela precisa?

1 - Como saber se a minha máquina CPAP está suja e precisando de cuidados?

Da mesma forma que escovamos os dentes todos os dias com uma escova limpa para manter a saúde dos dentes, é importante manter a sua máquina CPAP limpa - uma máquina suja afeta a função respiratória durante o sono e pode ter consequências negativas para a saúde. Como você descobre se sua máquina CPAP está suja, precisando de cuidados? Bem, aqui estão três sinais mais comuns:

1.1 - Você continua doente

Os germes estão em toda parte, e eles podem se espalhar facilmente dentro do seu equipamento CPAP. Muitos usuários de CPAP relatam infecções frequentes de sinusite e outras doenças, uma vez que iniciam a terapia com CPAP e, em muitos casos, não limpam a máquina corretamente e isso resulta em equipamentos sujos. Acabe logo com esse círculo vicioso e mantenha seu equipamento de sono higienizado para o uso diário.

1.2 - Qual o odor?

Se o seu CPAP cheira a mofo, isso pode indicar que pode haver patógenos presentes dentro do seu equipamento. As máquinas CPAP podem ser criadouros para convidados desagradáveis que gostam de se proliferar em ambientes úmidos e quentes. Não abra as portas para eles usando equipamentos que não estão completamente secos e meticulosamente limpos.

1.3 - Pele irritada

Ao longo do tempo, as máscaras CPAP podem absorver o óleo e a sujeira do seu rosto. Entrar em contato direto com esses resíduos pode causar irritação na sua pele. A pele irritada também pode ser consequência de uma máscara inadequada – porém o mais provável é que essa irritação seja causada por uma máscara suja.

Se você desenvolver uma rotina de limpeza do CPAP de forma regular, você desenvolverá o hábito saudável e necessário de efetivamente limpar todo o equipamento e continuar com a terapia. Eu sei que você provavelmente você deve estar se perguntando: "Quem gosta de perder 15 ou 30 minutos todos os dias limpando a máquina CPAP?". Realmente, é muito entediante desmontar a máscara, mangueiras e reservatório, limpar cada dobra interior com toda a cautela. Mas pergunte a si mesmo, sua terapia CPAP proporciona uma boa noite de descanso para você? Certamente, o foco em manter o dispositivo limpo é um pequeno sacrifício para uma compensação de melhores resultados para a sua saúde!

Nosso corpo exige cuidados diários, como o banho e a limpeza dos cabelos. Não manter essa rotina de cuidados prejudica a aparência e pode até ser ruim para o convívio social. O mesmo conceito aplica-se ao seu dispositivo CPAP - não deixe que ele fique sujo. Esperamos que este seja um alerta para fazer você refletir sobre a importância da limpeza da sua máquina CPAP, pois pode até ser que ela seja dos itens mais sujos da sua casa e ainda por cima você vai utilizar no próprio rosto ao longo de uma noite inteira. Nada agradável saber disso, não é mesmo?

Pense na relação custo-benefício: A sua saúde não vale esse “sacrifício”

2 – Doenças que podem ser causadas pela má higienização da CPAP

A terapia CPAP é um dos métodos mais comuns de tratamento para a apneia do sono e é amplamente considerado o tratamento não cirúrgico mais efetivo para essa doença. Embora geralmente seja seguro e indolor, existem alguns efeitos colaterais associados à terapia CPAP - mas a boa notícia é que eles são fáceis de resolver.

Se você começar a sentir alguns dos seguintes sintomas, a utilização da máquina CPAP suja pode ser a grande vilã:

  • Congestionamento
  • Coriza
  • Espirro
  • Dor de garganta
  • Irritação na pele
  • Irritação nas vias aérea / pulmão
  • Infecção respiratória

Depois de identificar os sintomas, é hora de descobrir o porquê de eles estarem ocorrendo e o que você pode fazer para detê-los. Aqui estão alguns cenários prováveis, bem como algumas soluções simples:

A) Sua máscara CPAP não se adapta em seu rosto de forma adequada

Se você estiver sofrendo de irritação da pele, é provável que essa seja a razão. Felizmente, existem muitos estilos de máscara, das mais variadas formas e tamanhos para você escolher. Consulte seu médico para saber mais sobre suas opções.

B) Você não está limpando sua máscara de forma adequada

A máquina CPAP é um dispositivo relativamente limpo, contudo ela pode pegar bactérias e vírus do seu próprio rosto ou mesmo do ar dentro da sua casa, aumentando suas chances de ficar doente. Por esse motivo, é fundamental que você limpe o seu equipamento CPAP regularmente. Existem algumas maneiras diferentes de fazer isso, como lavagem das mãos com água e sabão, limpeza química ou uso de toalhas para limpeza rápida do CPAP. No entanto, uma das maneiras mais fáceis e eficazes de limpar seu equipamento é com um dispositivo automatizado chamado SoClean® 2 Cleaner e Sanitizer, que mata 99,9% de germes que porventura existirem na máquina CPAP.

C) Você precisa usar um umidificador aquecido

A terapia com CPAP pode fazer com que sua garganta fique dolorida, pois o ar que passa por ela tem a tendência de secar a via aérea. Uma maneira de eliminar o problema de uma dor de garganta causada pelo CPAP é usar um umidificador aquecido com sua máscara para um maior conforto.

D) Você está deixando que a umidade se acumule na máscara e sua tubulação

É natural que haja umidade, especialmente se a sua máscara CPAP tem um umidificador aquecido - mas muita umidade pode ser um terreno fértil para mofo, bactérias e vírus. Com isso em mente, é importante manter o seu equipamento tão seco quanto possível quando não estiver em uso - e deixar que ele seque completamente ao lavá-lo com água e sabão.

3 - As máquinas CPAP são perigosas?

Durante anos, as máquinas de CPAP (pressão positiva contínua nas vias aéreas) foram o tratamento amplamente utilizado para a apneia do sono de moderada a severa. Embora sejam eficazes, essas máquinas têm a reputação de serem desconfortáveis ​​. As pesquisas mostram que as máquinas CPAP também possuem riscos e possíveis efeitos colaterais. Antes de escolher um tratamento de apneia do sono, familiarize-se com os riscos e efeitos colaterais associados a cada um.

4 - Riscos e efeitos colaterais das máquinas CPAP

Na maioria dos casos, os efeitos colaterais e os problemas das máquinas CPAP desaparecem após um tratamento contínuo ou com ajustes na máscara e/ou na quantidade de ar pressurizado que a máquina fornece.

Os efeitos colaterais relacionados a máquinas CPAP incluem feridas e irritação causadas pelo desgaste da máscara, congestionamento das vias aéreas, dores de cabeça, congestão nasal, boca seca ou hemorragias nasais. Estes efeitos secundários geralmente ocorrem durante o primeiro tratamento com CPAP. Mas se estes sintomas continuarem a se repetir, eles podem tornar-se graves e aumentar o risco de infecção da garganta, sinusite e conjuntivite.

Os riscos são raros, mas incluem desconforto no estômago e inchaço. Se você tiver alguma dessas complicações, pare imediatamente de usar sua máquina CPAP e consulte seu médico.

Um risco potencialmente fatal de uso de CPAP é o desenvolvimento de meningite. A meningite é uma infecção bacteriana do revestimento da medula espinhal e do cérebro. Esta complicação é muito rara, mas é potencialmente fatal. A meningite associada ao uso de CPAP quase sempre resulta de uma infecção de sinusite não tratada. Os sintomas de meningite, como dor de cabeça severa, sensibilidade à luz, sonolência, confusão, alterações na visão, pescoço rígido, febre alta e vômitos são considerados uma emergência médica.

Alguns pacientes experimentam claustrofobia (a sensação de sufocamento) ao usar a máscara CPAP. Nestes casos, pode ser melhor usar um tipo diferente de máscara ou realizar técnicas de relaxamento antes de dormir para ajudar a aliviar sentimentos ansiosos e claustrofóbicos.

5 – Possíveis efeitos colaterais

5.1- Congestão nasal, dor de garganta, sintomas de alergia

A congestão nasal, olhos secos, hemorragias nasais, dores de cabeça e dor de garganta são alguns dos efeitos colaterais mais comumente relatados no primeiro tratamento com CPAP. Quando estes sintomas são graves, existe um risco considerado de infecções de garganta, sinusite e conjuntivite. Ajustes para configurações de pressão e a adição de um umidificador à máquina CPAP ajudarão a aliviar esses sintomas. Um spray nasal salino também é útil na prevenção da congestão nasal quando usado na hora de dormir. Em casos raros, hemorragias nasais graves podem ocorrer após o uso de CPAP. Estes requerem atenção médica.

5.2- Irritação e feridas na pele

Pode ocorrer irritação da pele se uma máscara CPAP não for mantida limpa ou não se encaixe adequadamente. As feridas podem se desenvolver no rosto que podem se infectar se não forem tratadas. Os ajustes nas correias ou almofadas da máscara CPAP e limpezas regulares podem ajudar a prevenir a ocorrência de erupções cutâneas e feridas. A maioria das máscaras pode ser lavada com água morna e com sabão. No entanto, é importante ler cuidadosamente o seu manual de instruções CPAP para obter instruções adequadas de limpeza e manutenção.

5.3- Risco de Sufocamento

A sensação de sufocamento ou o medo da sufocamento faz com que muitos pacientes com apneia descontinuem a terapia com CPAP. As máscaras CPAP são projetadas para melhorar a respiração e não representam risco de asfixia quando usadas conforme as instruções. O medo da asfixia geralmente resulta de ansiedade, sentimentos claustrofóbicos ou de uma máscara mal ajustada. Além disso, a maioria das máscaras inclui furos de ventilação com dióxido de carbono, que permitem que ele seja removido da boca e pela própria máscara no caso de faltar energia. Usar um tipo diferente de máscara ou realizar técnicas de relaxamento antes de dormir pode ajudar a aliviar a ansiedade.

5.4- Aumento do risco de meningite

Um risco potencialmente fatal de uso de CPAP é o desenvolvimento de meningite. A meningite é uma infecção bacteriana do revestimento da medula espinhal e do cérebro. Esta complicação é muito rara, mas é potencialmente fatal. A meningite associada ao uso de CPAP quase sempre resulta de uma infecção de sinusite não tratada. Os sintomas de meningite, como dor de cabeça severa, sensibilidade à luz, sonolência, confusão, alterações na visão, pescoço rígido, febre alta e vômitos são considerados uma emergência médica.

Excluindo as opções cirúrgicas, a terapia CPAP é o meio de tratamento mais eficaz para a apneia obstrutiva do sono, uma condição que afeta aproximadamente 12 milhões de homens e mulheres americanos. A Academia Americana de Otorrinolaringologia afirma que o uso de CPAP elimina quase todos os episódios de apneia quando usados ​​correta e continuamente. Sem um devido tratamento, a apneia do sono pode levar à hipertensão, problemas de memória, doenças cardiovasculares, dores de cabeça, impotência e aumento de peso.

Não esqueça de consultar seu médico caso sinta alguns dos sintomas elencados ao longo do post. Continue a acessar o nosso blog e não deixe de assinar a nossa newsletter para se manter atualizado(a) sobre as notícias mais recentes.

Referências
[1] https://sleepjunkies.com/sleep-apnea/germs-cpap-machine/
[2] https://www.soclean.com/sleep-talk/2014/08/11/sleep-apnea-patients-dirty-cpap-machine-making-sick/
[3] http://www.newjerseysleepapneasolutions.com/sleep-apnea-treatment-options/cpap-machines-dangerous/
[4] https://healthfully.com/danger-cpap-machines-5340594.html

 

Postado em Apneia do Sono e Ronco no dia 29 de Janeiro de 2018 e última atualização dia 03 de Maio de 2018

Comentários

Leia também...

Implante médico para apneia do sono foi um sucesso em ensaio clínico

Resultados de um estudo clínico do dispositivo Inspire Therapy foram um sucesso de acordo com os resultados apresentados na Universidade da Pensilvânia pelos pesquisadores da Escola de Medicina Perelman. O objetivo do estudo foi verificar como o dispositivo se comporta na estimulação do nervo hipoglosso (considerado como o nervo motor da língua) em pacie... Leia o artigo »

23/07/2016

Apneia do Sono x Risco de dirigir

A verdade é que temos muito pouco controle sobre o início do nosso sono. E há estudos que provam que as pessoas tem uma capacidade limitada para prever o início do sono, mesmo que eles pensem que possam [1] . Mas, e quando esse risco de dirigir está ligado junto com apneia do sono? Bem neste post vamos explicar sobre risco de dirigir relacionado à paciente... Leia o artigo »

14/11/2016

Suplemento mostra promessa no tratamento da apneia do sono

E se ao invés de usar aparelhos CPAP ou outros do tipo, pessoas com apneia do sono pudessem se tratar usando apenas um suplemento? É o que vamos falar nesse post. Para quem ainda não sabe, apneia do sono é uma desordem do sono grave que trás tremendos malefícios para a saúde da pessoa, basicamente a pessoa com apneia tem as passagens de ar fechadas ... Leia o artigo »

03/03/2017