'Um dia bem gasto traz um sono feliz.' Leonardo da Vinci

Insônia gera US$ 31 bilhões em prejuízos

Um novo estudo promovido indica que a insônia deu causa a 274,000 erros, o que causou um prejuízo de mais de US$31 bilhões devido à acidentes e erros no local de trabalho em um período de 12 meses.

Os pesquisadores usaram dados da American Insomnia Survey (AIS), que consistiam em resultados de pesquisas telefônicas feitas em todo país com 10.094 americanos que tinham seguro de saúde. Os cientistas publicaram os resultados na revista Archives of General Psychiatry. É de longe a maior atenção dada aos efeitos da insônia em locais de trabalho.

É óbvio que a privação do sono levaria a mais erros no trabalho, contudo, apenas dois pequenos estudos realizados anteriormente na França tentaram determinar um número para esses erros e seus prejuízos.

Foram perguntados aos participantes se eles já tiveram “algum erro no trabalho que causou um prejuízo de US$500,00 ou mais”. 20% dos participantes afirmaram sofrer de insônia e 4,3% dizem ter cometido erros gravíssimos no trabalho durante o último ano. A insônia tornou os participantes quase duas vezes mais propensos a cometerem erros ou a sofrerem algum acidente no local de trabalho.

O custo médio de um erro ou acidente foi superior a US$ 20.000.

Os cientistas acreditam que os empregadores devem procurar sinais de insônia em seus contratados, que pode ajudar a diminuir os dias de licença médica, eventuais ausências de funcionários e principalmente a melhorar o resultado final da empresa.

 

Fontes:
https://scitechdaily.com/study-suggests-31-billion-in-losses-due-to-workplace-insomnia/
https://jamanetwork.com/journals/jamapsychiatry/fullarticle/1370486

Postado em Estudos e Notícias no dia 27 de Setembro de 2018

Comentários

Leia também...

Cientistas encontram possível ligação entre AOS e doenças cardiovasculares

Na Universidade da Califórnia (UC) de San Diego, uma equipe de pesquisa descobriu uma possível ligação entre apneia do sono e doenças cardiovasculares.  O estudo promovido afirma que 12% da população adulta dos EUA tem AOS. Por consequência deste quadro, o corpo é exposto a condições de baixa oxigenação ... Leia o artigo »

10/08/2018

Genes que regulam o quanto sonhamos

O sono é um comportamento universal e extremamente vital para os animais. Em vertebrados superiores, como mamíferos e aves, o sono é classificado em duas fases: sono de movimento rápido dos olhos (REM, no qual ocorre os sonhos) e sono não REM. Durante o sono REM, nosso cérebro é tão ativo quanto quando estamos acordados, ao passo que acredita... Leia o artigo »

05/09/2018

Noite de sono ruim resulta em ganho de peso e perda muscular

Uma noite de sono mal dormida pode acarretar em consequências mais severas do que apenas o cansaço no dia seguinte. De acordo com um estudo promovido pelo Dr. Jonathan Cedernaes, da Universidade Feinberg, Chicago, quando os homens adultos abrem mão de uma noite de sono regular, seus corpos apresentam mudanças hormonais que promovem o ganho de peso e a perda muscular. No ... Leia o artigo »

20/09/2018