'Vizinhos barulhentos e perturbados são os últimos a dormir... :(' Triste verdade

Como ensinar meu filho a dormir cedo?

Capa post - Como ensinar meu filho a dormir cedo?

Texto: Postado em Curiosidades por Caio Cesar no dia 16 de Abril de 2020 .

Ainda que aos poucos, devemos educar nossas crianças para que, um dia, sejam independentes. Seria uma ótima decisão começar pelo sono, não acha? Pois dormir só, apoiando-se em hábitos noturnos essenciais, será um fator positivo para o desenvolvimento de seu filho. Mas... como atingir esta meta?

É um objetivo desafiador, a gente sabe, porém superável através da persistência e informação. Por isso, trazemos mais um texto. E não perca tempo: ajeite-se na cadeira e confira de perto suas melhores dicas.  

Boa leitura! 

1 - Como ensinar meu filho a dormir sozinho?

Dormir mal também prejudica seriamente as crianças pequenas. Elas se mostram inquietas, teimosas, mal-humoradas e passam a se distrair com facilidade. Tudo parece entrar em decadência, a começar pelo processo de aprendizagem, por exemplo. Pais e mães precisam ficar atentos ao sono dos filhos, uma vez que eliminar costumes que prejudicam o descanso noturno exigirá, em princípio, grande trabalho.

Para que seu filho durma bem e sozinho, guarde os seguintes conselhos:

1.1 - Crie pequenas associações

Imaginamos que você não perde por esperar o dia em que seu filho dormirá sozinho. Porém, seria inútil vê-lo ocupar a cama sem sono, correto? É por esta razão que recomendamos: estimule-o a criar pequenas associações relacionadas ao sono; dê a ele objetos específicos apenas na hora de dormir, sendo uma chupeta, um cobertor ou um ursinho de pelúcia. Note qual é seu objeto de maior interesse. É sabido que, desde cedo, crianças podem facilmente criar associações referentes ao sono.

Outros costumes são sugeridos para adormecer seu filho: você pode amamentá-lo, niná-lo em seus braços ou contar uma história infantil

(sobre a amamentação antes de colocá-lo na cama: peça, em primeiro lugar, a opinião de um nutricionista ou médico pediatra. A mamadeira pode promover o aparecimento de cáries e, antes de dormir, ser uma sobrecarga calórica para o bebê)

Algumas práticas recomendáveis antes de colocar seu filho na cama:

Também é interessante constatar que adultos podem, sim, influenciar o sono de seus filhos quando dormem no mesmo quarto. Disponibilizamos, em nosso blog, o resumo de uma notícia, que trata a ligação que há entre a qualidade do sono infantil e a insônia das mães.

1.2 - Seja firme!

Certamente seu filho se negará a dormir sozinho nas primeiras noites. Ele sentirá medo, é natural e compreensível, mas palavras de encorajamento são bem-vindas. Seja firme: estabeleça um horário para colocá-lo na cama. Feito isso, dê boa-noite e saia do quarto.

1.3 - Mantenha um contato efetivo

Se a criança continuar insegura ou chorosa, mesmo após deitar-se, transmita segurança por meio de uma comunicação esclarecedora; diga a ela que você está no quarto ao lado ou no fim do corredor. Ganhar a confiança dela é um ponto fundamental rumo às noites desacompanhadas.

Caso seu filho levante da cama e decida ir atrás, abrace-o com carinho e o leve de volta ao quarto, sem falar nada (não discuta, nem preste explicações). Na possibilidade de tentar convencê-lo a voltar para a cama, não levante a voz, visto que seu tom terá maior efeito e importância. Crianças pequenas, por falta de entendimento, podem sair do quarto constantemente. Nesta situação, coloque-a de novo na cama quantas vezes for preciso! Não desista; é para o futuro bem-estar delas.

1.4 - Permaneça tranquilo e persista

Seu filho ainda não quer permanecer deitado? Então, puxe uma cadeira e sente-se ao lado da cama. Você irá tranquilizá-lo graça à presença física e, ao mesmo tempo, não se cansará ao tentar mantê-lo na cama.

Por mais que você sinta vontade de deitar-se ao lado dele, não faça isso. Espere que adormeça e, enfim, saia do quarto.

Entenda que, nos primeiros dias, não será nada fácil fazer com que seu filho durma sozinho. Mas se você for persistente neste objetivo, não levará mais de duas ou três semanas para que esta meta seja alcançada.

1.5 - Encare o choro

O vazio das primeiras noites será um desafio para qualquer criança. Adultos até podem olhar com certa indiferença este detalhe, que para meninos e meninas significa, na realidade, uma onda de emoções e lágrimas. É preciso entrar em ação!

Mostre-se sempre acolhedor e ativo. Aquela frase meio clichê, sobre atitudes valerem mais que palavras, serve para estes momentos!

2 - Combatendo os maus hábitos

Em outras palavras, compete aos pais substituir os maus hábitos ligados ao sono e, portanto, sugerimos:

  • Estabeleça uma rotina antes de pôr a criança na cama.
  • Diminua as luzes e dê prioridade ao silêncio à medida que a hora de dormir for se aproximando.
  • Antes de colocá-la na cama, permita à criança escolher seu livro favorito. O mesmo vale para o pijama e o animal de pelúcia. Fazer com que seu filho possa realizar escolhas antes de deitar-se o ajudará a ter mais confiança sobre a situação.

3 - Considerações finais

O assunto apresentado neste artigo condiz com uma grande responsabilidade. De fato, você estará ensinando ao seu filho a ter uma postura independente, tanto para dormir quanto para, futuramente, enfrentar a vida.

Antes de anoitecer, busque conversar com seu filho sobre a possibilidade de dormir só. Dar suporte afetivo é essencial. Após a primeira noite sozinho, expresse o quanto que você está orgulhoso. Crianças pequenas se mostram alegres e mais encorajadas quando, mesmo aos poucos, superam dificuldades que, no início, se mostravam impossíveis. Incentive-as!

Referência bibliográfica:
https://www.verywellfamily.com/toddlers-and-sleep-associations-290330

Comentários

Leia também...

Faz mal dormir de maquiagem?

Dormir de maquiagem faz mal? Sim! “Retirar a maquiagem é um hábito que deve ser religiosamente cumprido, ou seja, tem que virar rotina, pois, o resíduo que fica sobre a pele obstrui os poros, propiciando o surgimento de espinhas, cravos e sinais de envelhecimento precoce”, explica a dermatologista Dra. Danielle Aguiar [1]. Mas, você sempre tira sua ... Leia o artigo »

04/11/2016

Contar história para crianças ajuda a dormir?

Contos e fábulas infantis ainda sobrevivem. A hora de ninar proporciona um reencontro tradicional, entre crianças e personagens famosos, que saltam de páginas coloridas ou protagonizam narrativas contadas em tom carinhoso.  Uma pitada de fantasia nunca faz mal a ninguém, concorda? E hoje será o fim de mais uma dúvida. Buscaremos saber se estas saboros... Leia o artigo »

17/01/2020

Pesadelos - O que são e por que temos?

Fora do universo cinematográfico e das obras kafkianas, nem sempre ter pesadelos é uma experiência interessante. Eles são imprevisíveis, obscuros e desagradáveis. À proporção que alimentam o medo, elevam a frequência cardíaca, causando suor noturno. Por que temos pesadelos? De onde eles vêm? Qual é o seu v... Leia o artigo »

20/07/2018

Por que dormimos?

Seres humanos precisam dormir, todos sabem muito bem disso. Uma pessoa saudável passa, em média, 36% da sua vida dormindo. Sem o sono, nós ficamos de mau humor, preguiçosos, não conseguimos nos lembrar muito bem dos fatos que colocam nossas vidas em risco. Apesar de conhecermos os problemas relacionados à falta de sono, ninguém sabe&n... Leia o artigo »

28/01/2014

A influência da idade no sono: O que fazer em cada época da vida?

No decorrer da vida nosso corpo e nossa mente passam por diversas mudanças conforme envelhecemos. Seja na passagem para a infância, para a adolescência, na vida adulta ou na velhice, cada etapa apresenta seus próprios desafios biológicos, sociais e psicológicos. Um fator que muda em cada estágio e que tem sido alvo de diversas pesquisas é o son... Leia o artigo »

23/06/2017

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 4960 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.