'A pior coisa é tentar dormir e não conseguir.' F. Scott Fitzgerald

Fabricantes de dilatadores nasais de olho na terapia complementar

Nas recentes feiras de medicina do sono, dilatadores e tiras nasais de venda livre (que não precisam de receita médica) tem chamado a atenção dos profissionais, desde médicos especialistas na ciência do sono até dentistas. Os dilatadores nasais não têm aprovação para tratar diretamente a apneia obstrutiva do sono, mas em comparação com os sprays nasais, os dilatadores e tiras nasais trazem benefícios para o tratamento da congestão nasal ou para pacientes alérgicos com distúrbios do sono.

Os dilatadores nasais apresentados nos corredores da feira, bem como nas prateleiras das lojas de varejo, também podem ser utilizados como terapia complementar em alguns pacientes com distúrbios do sono. Os dilatadores nasais estão disponíveis em diferentes formatos, incluindo stents nasais, clipes e tiras externas, e são projetados para abrir as passagens nasais dos usuários de forma mecânica. Ao aumentar o diâmetro da narina, os dilatadores podem diminuir problemas como ronco, congestionamento nasal e desvios de septo. Embora eles não possam tratar diretamente quaisquer distúrbios do sono, os dilatadores nasais podem ajudar os pacientes com apneia obstrutiva do sono (AOS) e outros que sofrem de congestão nasal relacionada a essa desordem - de forma semelhante aos sprays nasais comumente recomendados, mas com vantagens e limitações diferentes.

De acordo com um artigo do Jornal Internacional de Otorrinolaringologia de 2014, uma melhoria na resistência nasal, seja através do uso de dilatadores nasais, seja através de outros meios, pode melhorar a qualidade do sono relatada. Os dilatadores nasais geralmente não são recomendados para pacientes que sofrem de AOS, mas podem ser benéficos para aqueles que apresentam um simples ronco associados a rinite e/ou estenose valvular nasal.

Em um estudo publicado na Archives of Otolaryngology-Head & Neck Surgery, os pesquisadores examinaram os efeitos da dilatação da válvula nasal no ronco e na respiração obstruída de 11 pacientes com ronco habitual e/ou AOS. Eles descobriram que a frequência e a gravidade da respiração obstruída diminuíram significativamente com o dilatador nasal. Além disso, com o uso do dilatador, houve diminuição substancial no ruído de ronco em todos os pacientes que apresentaram um ruído de ronco acima dos níveis aceitáveis durante a noite do estudo. Em um artigo de literatura publicada na revista JAMA (Journal of the American Medical Association), os pesquisadores objetivaram determinar a eficácia dos dilatadores nasais e encontraram produtos eficazes no tratamento da obstrução nasal. "Nossas descobertas sugerem que as tiras nasais e os clipes nasais efetivamente aliviam a obstrução da válvula nasal interna e recomendamos que os pacientes explorem seu uso antes de recorrer à intervenção cirúrgica", afirma o documento.

1 -  Vantagens comparadas aos sprays nasais

Os sprays nasais são comumente recomendados como terapia complementar para pacientes com AOS que estão realizando a terapia primária com CPAP ou usando um aparelho bucal. Michelle Lovato, CEO do fabricante de dilatação nasal OXY-AID Respitec, diz que os dilatadores têm vantagens sobre esses sprays. "Os sprays nasais podem ajudar a reduzir a inflamação nas passagens nasais dentro de uma certa quantidade de tempo", diz ela. "O grande diferencial de um dilatador nasal é que ele abre as passagens nasais imediatamente e elas permanecem abertas até a retirada do o dispositivo".

Outra vantagem dos dilatadores nasais é a sustentabilidade; Lovato diz que um OXY-AID pode durar anos. Ela acrescenta que os clientes gostam do fato de que o OXY-AID seja uma alternativa natural a sprays, que podem conter esteroides. Ela diz: "Na Respitec, acreditamos no poder de uma boa respiração nasal e seu papel central na nossa saúde geral. A OXY-AID é uma solução holística para um problema sério".

Michael Johnson, CEO da Rhinomed, fabricante do dilatador nasal Mute, diz: "Os sprays nasais enfrentam um problema comprovante (esteroides na formúla) e o uso a longa prazo pode trazer problemas para os pacientes." Johnson acrescenta: "Estamos vendo um número crescente de médicos olhar para a tecnologia presente em nosso produto Mute, em vez de confiar em esteroides - para ajudar a resolver o problema".

2 - Limitações do dilatador nasal

Louise MacDonald, co-fundadora e CEO da Sanostec Corp, que produzos dilatadores Sinus Cones e Max-Air Nose Cones, diz: "Existem poucas limitações para o uso de dilatadores nasais para o tratamento das vias respiratórias obstruídas, desde que a restrição do fluxo aéreo nasal seja devido à obstrução da via aérea nasal anterior, como a congestão nasal, problemas nas válvulas nasais ou desvio do septo nasal". No entanto, MacDonald acrescenta que os dilatadores nasais geralmente têm eficácia limitada quando a obstrução das vias aéreas nasais é posterior ou "acima" da válvula nasal aérea, com hipertrofia de cornete ou adenoides aumentadas.

Lovato, da Respitec diz que o uso do dilatador nasal pelo paciente durante o sono juntamente com a terapia oferecida pelo aparelho CPAP pode ser uma limitação notável de dilatadores nasais. "Às vezes, as pessoas retiram o dispositivo no meio da noite sem perceber. Além disso, os dilatadores não podem ser usados com todas os modelos do aparelho CPAP", diz ela.

Também há menções na literatura médica sobre dilatadores nasais que caíram durante a noite e, pelo menos, um estudo de caso de um dispositivo que causou dor. Os autores desse de estudo de caso afirmam: "Diferentes tipos de dilatadores nasais internos podem ser mais ou menos propensos a inalação, dependendo da concepção. Os dilatadores também podem ser inseridos em partes menores, devido ao enfraquecimento pelo uso no decorrer dos anos.".

Fontes e referências
[1] http://www.sleepreviewmag.com/2016/08/nasal-dilator-manufacturers-nose-complementary-therapy/?ref=cl-title

Postado em Notícias e Apneia do Sono no dia 15 de Novembro de 2017

Comentários

Leia também...

As horas de sono seriam a chave para o tratamento da depressão?

A medicação é uma importante parte no tratamento de pacientes com transtorno depressivo maior (ou major depressive disorder, em inglês), mas o início do uso de antidepressivos nem sempre é tranquilo. Pode-se levar até 6 semanas para que uma pessoa responda à farmacoterapia e, ainda assim, a taxa de remissão (quando o transtorno deixa de... Leia o artigo »

26/10/2016

Segundo pesquisa, 80% dos paulistanos têm dificuldade para dormir

Saiu na Veja SP (por Ana Carolina Soares): 80% dos paulistanos têm dificuldade para dormir. A tecnologia contribui para o aumento no índice, já que luz emitida por tablets e smartphones inibem a produção de hormônios que induzem ao sono. O epíteto de “cidade que não dorme” nunca foi tão adequado para São Paulo. H&... Leia o artigo »

20/08/2016

Fabricantes de dilatadores nasais de olho na terapia complementar

Nas recentes feiras de medicina do sono, dilatadores e tiras nasais de venda livre (que não precisam de receita médica) tem chamado a atenção dos profissionais, desde médicos especialistas na ciência do sono até dentistas. Os dilatadores nasais não têm aprovação para tratar diretamente a apneia obstrutiva do sono, mas ... Leia o artigo »

15/11/2017