'Um dia bem gasto traz um sono feliz.' Leonardo da Vinci

Dormir mal engorda?

Capa post - Dormir mal engorda?

Texto: Postado em Estudos por Marcelo Morais no dia 06 de Março de 2015 e última atualização dia 28 de Setembro de 2018 .

Pular uma única noite de sono causa mudanças na atividade cerebral, o que desperta a necessidade de consumir mais gordura durante o dia, segundo a descoberta feita por um estudo. Este mesmo estudo aponta a diferença entre a falta de sono e o risco de obesidade. 

“A principal descoberta desse estudo é que uma única noite de sono perdida ou de pouco sono altera o funcionamento de uma parte do cérebro chamada de ‘rede de saliência'”, diz Hengyi Rao, autor do estudo.

De acordo com Rao, a "rede de saliência" é uma parte do cérebro que influencia como serão suas decisões. Hengyi Rao é professor assistente de neuroimagem cognitiva e psiquiatria dentro da divisão de sono e cronobiologia da Universidade de Pensylavania.

Uma análise no cérebro revelou exatamente como a rede mudou em virtude da perda de sono, permitindo a equipe de estudo prever, com precisão, o quanto de gordura o participante do estudo poderia consumir no dia seguinte em consequência da perda de sono. 

“Esse é o primeiro estudo a vincular as alterações na região funcional do cérebro com o consumo real de alimentos após a privação do sono”, diz Rao.

A rede de saliência é constituída por três diferentes áreas posicionadas na parte frontal do cérebro. Estas áreas estão envolvidas no aparecimento e interpretação de emoções, percepção sensorial e na produção de estratégias mentais, explicam os autores do estudo.

Para explorar os resultados da pesquisa, foram recrutados 46 adultos saudáveis, não obesos e com idades entre 21 - 50 anos. Todos eram não fumantes e disseram que dormiam entre 6 - 8 horas por noite.

Nenhum sofria com qualquer distúrbio do sono ou qualquer complicação médica. Todos foram convidados a passar cinco dias consecutivos em um laboratório do sono.

Fontes e referências:
http://www.webmd.com/sleep-disorders/news/20150225/could-a-bad-nights-sleep-make-you-eat-more-fatty-food

Comentários

Leia também...

Seu quarto é confortável o bastante para dormir?

Você se alimenta bem, bebe bastante água, pratica exercícios, não fica muito tempo em telas de computadores, TVs e etc e mesmo assim não consegue dormir bem a noite? Quer dormir que nem um bebê todas as noites e já fez tudo para dormir bem e mesmo assim continua a não ter um sono repousante e tranquilo? Um estudo feito pela Funç... Leia o artigo »

07/02/2016

Soneca pode ajudar a recuperar o sono perdido

Um estudo descobriu que uma soneca à tarde talvez reduza os danos causados pela falta de sono à noite. Aparentemente, sonecas durante a tarde podem ajudar a restaurar hormônios e proteínas envolvidas no estresse e no bom funcionamento do sistema imunológico. O estudo incluiu 11 homens saudáveis com idades entre 25 - 32 anos. Os pesquisadores deixaram os vol... Leia o artigo »

23/02/2015

O alcoolismo pode agravar a insônia

Estudos revelam que consumir bebidas alcoólicas põe em risco a qualidade do sono. Temos, aqui, uma conclusão constatada a partir de 135 estudos [1], todos ligados a quatro bases internacionais de dados - Pubmed, Medine, Embase e Google Scholar. São pesquisas realizadas com homens e mulheres falantes da língua inglesa. Assim, tais estudos analisaram, de ... Leia o artigo »

24/04/2019

Cientistas não encontram correlação entre as fases da lua e o sono

Uma nova pesquisa do Instituto Max Planck de Psiquiatria, em Munique, revela que não há correlação entre as fases da lua e o sono humano. Durante séculos, as pessoas acreditaram que o ciclo da lua influenciava diretamente na saúde humana, em seu comportamento e em sua fisiologia. O Folclore popular liga principalmente a lua cheia com insônia. Mas e o... Leia o artigo »

16/10/2018

Falta de sono está associada à pré-diabetes e alto IMC

Um estudo que analisou participantes asiáticos, sendo liderado pelo Dr. Sirimon Reutrakul - professor associado de endocrinologia, diabetes e metabolismo da faculdade de medicina da UIC – foi publicado na revista Frontiers in Endocrinology, vez que este comprovou que há uma ligação entre hábitos noturnos, pouco sono e diabetes. Pré-diabetes é ... Leia o artigo »

08/10/2018