'Paz com Deus e com o próximo: assim o quer o bom sono.' Nietzsche (Zaratustra)

Terapia com CPAP reduz os sintomas da depressão

24 de Junho de 2019

Estudos científicos [1] detectaram os sintomas da depressão em pessoas que têm apneia do sono. A ligação entre estas doenças é algo muito comum. Porém, foi comprovado que a terapia com aparelho CPAP serve para diminuir consideravelmente os sinais da depressão, como também para tratar a temida apneia do sono.

Resultados comprovaram que quase 73% dos portadores de apneia do sono (213 de 293 pacientes) apresentaram sintomas depressivos no início dos experimentos. Nesse ponto, homens e mulheres apresentavam certa semelhança. Constatou-se, também, que a depressão piorava conforme o quadro de apneia se tornava mais grave.

Analisando os pacientes através de uma visão geral, apenas 4% deles permaneceram com os sintomas da depressão, mesmo após fazer terapia durante três meses com aparelho CPAP. Outros participantes (41 pacientes) informaram não serem surpreendidos por nenhum pensamento pessimista ou suicida durante as 12 semanas de terapia.

Os autores responsáveis pelo estudo destacam o quanto é importante avaliar pessoas depressivas e, ao mesmo tempo, buscar nelas os sinais da apneia do sono; cabe questioná-las sobre seus hábitos noturnos: saber se eles costumam roncar bastante, ou têm pausas na respiração enquanto dormem, ou sentem cansaço na manhã seguinte etc.

Referência bibliográfica:
[1] https://www.sciencedaily.com/releases/2015/09/150922115645.htm

Comentários