'Que os seus sonhos te levem cada vez mais longe.' Dorminhoco.com

Contar carneirinhos ajuda a dormir?

Quem nunca contou carneirinhos? À primeira vista, parece ser uma solução prática e infalível contra a insônia, além de carregar uma certa dose de fantasia. Nesse artigo, questionaremos a eficácia desse hábito centenário, que parece auxiliar quem, desesperadamente, busca dormir bem. Seria isso possível? Descubra a resposta com a gente, tomando conhecimento de experimentos científicos que testaram a efeito dessa estratégia contra a falta de sono, e muito mais!

Boa leitura!

1 - Quando e como surgiu esse costume? 

Não se sabe exatamente quando nem como o costume de contar carneirinhos surgiu. Porém, especialistas acreditam que esse hábito nasceu antes do século 12 e, como percebemos, ainda atravessa dias atuais.

Um texto espanhol, que atende pelo nome de Disciplina Clericalis, produzido no século 12, apresenta uma história na qual a contagem de carneirinhos parece ser uma prática já comum para dormir naquele tempo. Outros historiadores [1] creem que contar carneirinhos é uma prática de origem camponesa, pois teve início com pastores que, à noite, costumavam conferir seus rebanhos a fim de tranquilizar a mente.

Contar carneirinhos é uma prática também mencionada no clássico literário Dom Quixote de la Mancha, escrito no início do século 17. No mais, ainda pairam algumas dúvidas no ar: herdamos esse costume de homens que viviam no campo ou o aprendemos com escritores antigos? Quem é seu verdadeiro inventor? É a vida que imita a arte ou é a arte que imita a vida? Avancemos ao próximo tópico!

2 - Contar carneirinhos ajuda a dormir? 

Contar carneirinhos é um método visto como exercício mental e, assim, acredita-se que ele estimula o sono. Em geral, trata-se de uma prática sugerida às pessoas que têm dificuldades para dormir. Elas costumam experimentar certos transtornos, e a insônia seria um deles.

Fora da teoria, supõe-se que enquanto imaginamos carneirinhos (ou ovelhas, se preferir) pulando uma cerca, nossa mente relaxa pouco a pouco até atingir a primeira fase do sono. Mas, na realidade, isso realmente funciona?

Segundo pesquisadores da universidade de Oxford [1], em um estudo feito sobre o sono, constatou-se que pessoas que costumam contar carneirinhos demoraram a adormecer em comparação àqueles homens e mulheres que não tinham o hábito de fazer isso. Contudo, aquelas pessoas que costumam fechar os olhos e imaginar uma cena relaxante, como uma praia tranquila ou recordam um bom momento, adormecem, aproximadamente, 20 minutos mais cedo.

Outras fontes informativas exploraram a ligação entre o sono e a contagem de carneirinhos. De acordo com a revista New Scientist [2], Allison Harvey, psicóloga cognitiva da Universidade de Oxford, fez um experimento no qual contar carneirinhos foi a aposta para alcançar um sono profundo e reparador. Para isso, ela e um colega contaram com a participação de 50 pessoas que sofrem de insônia, separando-as em três grupos.

Assim, a um grupo lhe foi solicitado que se concentrasse em uma distração, como imaginar carneirinhos pulando uma cerca. Outro grupo permaneceu à vontade para imaginar o que quisesse. Ao terceiro grupo lhe foi pedido que se concentrasse em pensamentos serenos e relaxantes. Por fim, o referido estudo também comprovou que pessoas que costumam contar carneirinhos demoram a dormir, diferente daquelas que fecharam os olhos e imaginaram desfrutar suas férias em algum paraíso caribenho.

3 - Considerações finais

Se você deseja adormecer com facilidade, contar carneirinhos não é uma opção recomendável. Há diversos métodos que podem ajudar você a combater a insônia, desde a meditação até o uso de protetores auriculares. Carneirinhos, por sua vez, são adoráveis e inofensivos, mas fechar os olhos e contá-los parece ser uma técnica útil apenas em  filmes, desenhos animados e fábulas.

Referências bibliográficas:
[1] https://wonderopolis.org/wonder/can-counting-sheep-help-you-fall-asleep
[2] https://www.purplemotes.net/2013/09/01/origin-counting-sheep-fall-asleep/

Texto postado em 27 de Dezembro de 2018 e atualizado 14 de Janeiro de 2019 .

Comentários

Leia também...

Como funciona nosso cérebro durante o sono?

Estudar o sono atrai nosso olhar para o corpo humano. Daí, notamos que dormir não é, em hipótese alguma, uma atividade inerte: livre de movimentos e reações – não! Se há vida, naturalmente há processos fisiológicas, graças ao trabalho de certos órgãos, dentre os quais falaremos, neste artigo, sobre o c... Leia o artigo »

28/02/2020

15 Mitos sobre o sono revelados

Por mais de 2.500 anos, o sono vem sendo estudado e, mesmo assim, sabemos muito pouco sobre suas razões, causas e efeitos. Apenas no século passado cientistas começaram a estudar afundo sobre a psicologia do sono. Em 1928, a eletroencefalografia (EEG) foi usada pela primeira vez para gravar a atividade cerebral durante o sono. Mais recentemente, a ressonância magné... Leia o artigo »

09/02/2014

Sonambulismo - O que é? Como acontece? O que fazer?

Observar uma pessoa sonâmbula nutre a curiosidade e o assombro de qualquer espectador. Dito mistério, retratado em filmes, pode ser a ação necessária para que um personagem, sem prestar explicações, dê à história um desfecho genial - o suspense se torna mais envolvente e a comédia provoca mais gargalhadas. Longe dos palcos,... Leia o artigo »

30/08/2018

Alzheimer e sono - Entenda esta importante relação

Desde sempre faz parte de nosso trabalho informar e orientar cada leitor. Para isso, reservamos as próximas linhas a fim de explorar um assunto urgente. É a correlação entre o sono e a mal de Alzheimer. Diga-nos: alguma vez você já se questionou qual é o papel do sono por trás desta terrível doença? Nosso texto é um convit... Leia o artigo »

08/12/2020

Por que pessoas idosas dormem pouco?

Costuma-se dormir até tarde aos domingos – fato. Mas toda regra tem lá sua exceção: margem que serve de lugar comum para as pessoas acima dos 60 e poucos anos. Elas são as primeiras a saírem da cama. Afirmam dormir pouco e nós cremos à medida que escutamos o arrastar dos chinelos à noite inteira. A gente sabe que a ins&... Leia o artigo »

11/04/2019

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 5515 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.