'Um dia bem gasto traz um sono feliz.' Leonardo da Vinci

Como saber se você teve uma boa noite de sono?

Quando você deita para descansar após um dia corrido e começa a rolar de um lado para o outro na cama por vários minutos, você já sabe: mais uma noite sem dormir direito. Porém, como podemos saber de fato se tivemos ou não uma noite de sono ruim?

De acordo com a National Sleep Fundation, mais de um terço das pessoas nos EUA afirmam que sua qualidade de sono é “ruim” ou apenas “justa”.

Mas o que determina a qualidade do sono? Um relatório de 2017 publicado pela revista Sleep Health, foi tido como base para a National Sleep Fundation reunir uma equipe de especialistas em sono a fim de se definir o que indica ter uma noite de sono bem dormida.

Fatores que contribuem para uma boa noite de sono em adultos:

  • pegar no sono em 30 minutos ou menos
  • acordar menos de 5 minutos por noite
  • dormir por 85% do tempo total que você gasta na cama
  • estar acordado durante a noite por menos de 20 minutos

Fatores que contribuem para uma noite ruim de sono:

  • demorar mais de 1 hora para pegar no sono
  • acordar quatro vezes ou mais por noite de sono
  • dormir por menos de 74% do tempo gasto na cama
  • estar acordado por 41 minutos ou mais durante a noite

A título de esclarecimento, o editorial da Science Direct, que acompanhou o levantamento, destacou que é difícil medir a qualidade exata do sono porque este é uma “experiência muito subjetiva”.

Contudo, um estudo publicado na revista Behavioral Sleep Medicine, acompanhou 50 participantes durante 2 semanas. O estudo constatou que dois fatores foram mais relevantes no que diz respeito à contribuição para uma noite de sono de qualidade, são eles: o número de vezes que a pessoa levanta durante a noite e quanto tempo foi dormido na noite de sono anterior.

Curiosamente, os pesquisadores explicam que “a relação entre as características de uma boa noite de sono baseadas na actigrafia (método não invasivo de monitoramento dos ciclos de sono) e a percepção subjetiva da qualidade de uma noite de sono bem dormida é bem modesta”. Em outras palavras, os pesquisadores esclarecem que o monitor de sono pode indicar que você teve uma boa noite de sono apesar de acordar se sentindo um pouco cansado.

Como conclusão, resta claro que uma noite bem dormida é um aspecto muito pessoal, contudo, vale a pena ter em mente a rapidez com que dormimos, com que frequência acordamos durante o sono e por quanto tempo ficamos acordados, bem como o quanto dormimos na noite anterior.

Fonte:
https://www.medicalnewstoday.com/articles/319525.php?sr
https://www.sleephealthjournal.org/article/S2352-7218(16)30130-9/fulltext
https://sleepfoundation.org/sleep-health-index-2014-highlights
https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S2352721816301322?via%3Dihub
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28929803

Postado em Curiosidades e Estudos no dia 13 de Setembro de 2018 e última atualização dia 26 de Setembro de 2018

Comentários

Leia também...

O que é ASMR? O chamado orgasmo mental

Por acaso você sabe o que esse vídeo significa? Não? Então, nos dê um pouco de sua atenção: este vídeo, no qual encontra-se uma voz suave, agradável, gentil e limpa, gera estímulos auditivos, visuais e cognitivos que, por fim, desencadeiam sensações agradáveis e relaxantes. Trata-se de um método&nb... Leia o artigo »

10/06/2016

15 Mitos sobre o sono revelados

Por mais de 2.500 anos, o sono vem sendo estudado e, mesmo assim, sabemos muito pouco sobre suas razões, causas e efeitos. Apenas no século passado cientistas começaram a estudar afundo sobre a psicologia do sono. Em 1928, a eletroencefalografia (EEG) foi usada pela primeira vez para gravar a atividade cerebral durante o sono. Mais recentemente, a ressonância magné... Leia o artigo »

09/02/2014

O que sua posição de dormir diz sobre você

Será que existe uma relação entre a posição na qual você dorme e sua personalidade? Um estudo, feito pelo professor britânico Chris Idzikowski, sugere que nosso corpo pode nos dar pistas sobre nossa personalidade, mesmo quando estamos dormindo.  Chris Idzikowski entrevistou mil homens e mulheres, e encontrou uma correlação... Leia o artigo »

09/02/2014