'Por bons sonhos e belas noites de sono.' Dorminhoco.com

Ashwagandha pode ajudar a dormir?

A pergunta principal, que serve de título ao texto, esclarece até onde queremos chegar. Mas não apenas responderemos a esta questão, como também falaremos sobre o próprio Ashwagandha, a mencionar: os fatores que causam insônia, os mecanismos fisiológicos responsáveis pelo sono, a dosagem correta na utilização deste medicamento e cinco maravilhosas razões para incluí-lo no seu dia a dia. Boa leitura!

Você sabia que a insônia é um mal que atinge mais de 60 milhões de cidadãos norte- americanos? A vida destas pessoas está em risco, pois – segundo estudos recentes – existe uma perigosa conexão entre o sono deficiente e o surgimento de diversas doenças. Para entender melhor este malefício, cabe a nós examinar sua origem:

1 - O que causa insônia?

A insônia, em primeiro lugar, é um sintoma presente no corpo ora incapaz de regular os ciclos do sono e da vigília. Este sintoma pode ser causado por estresse crônico, desequilíbrio hormonal, baixa imunidade e má funcionalidade metabólica. Ao passar por um destes problemas, o corpo humano perde a capacidade de aumentar e diminuir as substâncias reguladoras do sono no momento necessário, nas quantidades corretas.

O sono é indispensável para a saúde. Ainda que, aparentemente, o corpo esteja repousado, seus sistemas internos ainda trabalham duro! Assim, recuperamos nossas energias e adquirimos benefícios relacionados ao rejuvenescimento. Caso contrário, noites em claro podem estimular a aparição de doenças, como depressão, diabetes, obesidade, pressão arterial alta e até câncer.

2 - Sono x Corpo Humano

É possível que você já tenha se perguntado o que é responsável pelo sono em nosso corpo. Pois bem: existem em nosso sistema fisiológico dois padrões que funcionam como mecanismos. São eles:

I) Ritmo circadiano: Relógio corporal interno, geralmente alinhado com o ciclo dia-noite.

II) Homeostase de sono e vigília: O que aumenta e diminui o nível das substâncias que regulam o sono, como a adenosina no cérebro. Contudo, isso varia conforme a quantidade de tempo que passamos despertos e adormecidos.

O cérebro e os vasos linfáticos, à medida que realizam suas funções, acumulam toxinas. Se você não dorme o suficiente, a atividade cerebral em questão não atua com eficiência e, portanto, seu processo de drenagem não será bem feito. Deste modo, a possibilidade de ter o devido repouso é afastada. Para evitar problemas desta espécie, felizmente o Ashwagandha está ao nosso alcance.

3 - O que é Ashwagandha?

O Ashwagandha é uma erva ayurvética (quer dizer, faz parte da medicina indiana). Este mesmo medicamento pertence às raízes Withania Somnifera – planta da família das solanáceas. O Ashwagandha também tem se convertido em um dos adaptógenos (medicamentos que reduzem os efeitos do estresse, por exemplo) mais potentes do mundo, com capacidade para regular o sistema suprarrenal, equilibrando os hormônios e oferecendo uma série de vantagens...

4 - Cinco razões para incluir o Ashwagandha no seu quotidiano

4.1 - Reduz os hormônios do estresse

O cortisol é o hormônio produzido pelo estresse. Em excesso, este hormônio pode facilmente alterar o sono. Conforme nosso relógio circadiano, naturalmente o nível de cortisol deve ser diminuído nos primeiros instantes da noite e, assim, oferecer maior preparação para dormir. Entretanto, o estresse, um aspecto presente na vida de muitos brasileiros, anula as funções do relógio circadiano e o cortisol permanece elevado à noite e o sono se torna inalcançável. O Ashwagandha, de acordo com numerosos estudos, tem sido eficaz ao controlar e limitar a produção de cortisol em ocasiões que, inevitavelmente, eleva o nível de estresse. O Ashwagandha pode reduzir o nível de cortisol em até 27%.

4.2 - Atua queimando gordura

A gordura é um “combustível” aproveitado através de um processo de combustão lenta. Enquanto armazenado, converte-se em reserva de energia de longa duração para o corpo, mantendo-o funcionando enquanto dorme profundamente ao largo da noite. Acredita-se que uma das maneiras mais eficazes de estimular o sono é melhorar a capacidade corporal de queimar gordura. Segundo estudos, o Ashwagandha evita o efeitos que supostamente estimulariam o aumento de peso em decorrência do estresse.

Durante a realização de um estudo, 52 adultos, que sofriam de sobrepeso, fizeram uso do Ashwagandha ou de um placebo durante oito semanas. Entre 4 – 8 semanas, eles passaram pelos seguintes testes: Escala de Estresse, Questionário de Desejos Alimentares, Questionário de Felicidade da Universidade de Oxford e Questionário de Alimentação. Neles também foi estudado o nível de cortisol sérico e peso corporal. Por fim, foi medido o índice de massa corporal. O estudo mostrou um resultado positivo em todos os aspectos e, no mais, sugeriu que a raiz de Ashwagandha pode ser usada de maneira efetiva para combater o estresse e estimular o estado de ânimo, além de controlar o peso corporal em adultos que sofrem os efeitos do estresse.

4.3 - Combate o efeito cerebral tóxico

É lamentável a quantidade de toxina encontrada no meio ambiente e este fator negativo, diretamente ou não, atinge-nos. Portanto, precisamos manter purificadas nossas vias de desintoxicação.

As toxinas, por sua vez, são solúveis, o que facilita sua chegada ao cérebro, congestionando os vasos linfáticos que drenam as toxinas enquanto dormimos. A drenagem linfática cerebral, quando mal feita, oferece-nos um sono de má qualidade.

Segundo dados informativos, o glicobutanol, componente bioativo encontrado no Ashwagandha, induz um efeito antioxidante no cérebro e no fígado, desencadeando uma ação protetora natural contra danos que afetariam o cérebro, sem deixar de lado o principal órgão responsável pela purificação do sangue, o fígado.

4.4 - Lida com a preocupação

O cansaço físico excessivo causa incômodos na hora do sono e, principalmente, rouba-nos a energia necessária para acalmar a mente, razão pela qual nos deparamos com preocupações em demasia. Neste aspecto, o Ashwagandha tem exercido um efeito positivo sobre os receptores neuronais responsáveis pelo GABA, um neurotransmissor importante na redução da irritabilidade neuronal. O GABA, quando em sintonia com seus níveis, é fundamental para proteger a mente e combater a preocupação.

4.5 - Administra o nível de açúcar no sangue

O nível de açúcar no sangue pode comprometer a noite de sono. O corpo está programado para queimar gordura enquanto dorme e romper o jejum no café da manhã. Porém, se o nível de açúcar no sangue for instável e a queima de gordura estiver comprometida, ter uma boa noite de sono será algo impossível! O Ashwagandha, de acordo com uma série de estudos, sustenta o nível de açúcar no sangue e regula o nível de gordura.

5 - Dados adicionais sobre o Ashwagandha

O Ashwagandha, no geral, beneficia o sistema neurológico, o sistema imune, o sistema de produção de energia, o sistema endócrino e o sistema reprodutor. Além das cinco apresentações mencionadas acima, o Ashwagandha oferece os seguintes benefícios:

  • Suas potentes propriedades são anti-inflamatórias e eliminam os radicais livres, aumentando – como dito anteriormente – os principais níveis de enzimas antioxidantes no corpo.
  • Possui propriedades antibacterianas e imunomoduladoras que, por sua vez, ajudam o corpo a proteger-se e recuperar-se mais rápido das infecções.
  • Melhora a função da tireoide e acelera o metabolismo.

Outra pesquisa, controlada com placebo, foi realizada com 64 participantes, a fim de avaliar o impacto gerado pelo consumo do extrato retirado da raiz de Ashwagandha, durante um período de 60 dias. O objetivo deste experimento era analisar a atuação do medicamento sobre os níveis de estresse.

Os participantes foram avaliados por meio da Escala de Estresse Percebido, do Questionário Geral de Saúde (incluindo parâmetros de insônia e ansiedade) e da Escala de Estresse por Ansiedade e Depressão. Foram estudados também os níveis séricos de cortisol. Os participantes que fizeram uso do Ashwagandha mostraram uma redução significativa nos níveis de estresse, considerando 69% na pontuação dos parâmetros de insônia e ansiedade.

6 - O Ashwagandha pode ajudar a dormir?

Em princípio, o Ashwagandha não atua como sedativo, mas reduz o nível de estresse, melhorando a vitalidade, de modo que o corpo ganhe mais força e disposição, sendo útil na restauração de seus mecanismos fisiológicos; isso inclui aqueles que são encarregados pelo sono.

7 - Quanto de Ashwagandha você deve tomar por dia?

Antes de iniciar um tratamento alternativo (seja lá qual for!), recomendamos que você consulte seu médico ou um profissional especializado.

Segundo fontes de pesquisa, recomenda-se tomar duas colheradas (200 – 400 mg) de estrato de Ashwagandha ao dia para tratar a insônia.

8 - Precauções

Até então não tem sido encontrados efeitos colaterais significativos de acordo com a literatura médica tradicional e moderna. Mas ainda são necessários estudos feitos em longo prazo.

9 - Outros tratamentos alternativos

Ainda contra a insônia, o Ashwagandha pode ser utilizado junto com outras medidas, principalmente se o estresse é o que vem tirando seu sono. Prove 500mg de um extrato padronizado, entre 2,5 - 5% com anolides.

Como método alternativo, tente criar uma rotina antes de deitar-se, como ir à cama pontualmente todos os dias, por exemplo. Repousar em um quarto escuro e silencioso também ajuda bastante! Evite o uso de aparelhos eletrônicos após ocupar a cama (o celular seria um deles). Caso seu dormitório não esteja livre dos sons indesejáveis, compre um dispositivo de Ruído Branco.

Evite alimentos que contêm cafeína e faça muitos exercícios físicos durante o dia. Técnicas de relaxamento antes de dormir também são bem-vindas, como exercícios de respiração, meditação ou ioga.

Outras duas opções relacionadas à medicina alternativa são a Valeriana e a Melatonina.

A Valeriana é uma erva tranquilizante, utilizada durante séculos. É possível encontrá-la em extratos padronizados, vendidos em lojas de alimentos 100% naturais; farmácias também a comercializam. Você pode ingerir uma ou duas cápsulas 30 minutos antes de deitar-se.

A melatonina é um hormônio que regula o ciclo sono - vigília, não deixando de fora outros biorritmos diários. Experimente as cápsulas sublinguais (são cápsulas que devem ser colocadas sob a língua para serem dissolvidas). Tome 2,5 mg após deitar-se, mas não se esqueça de apagar todas as luzes do seu quarto. Uma dose muito baixa deste medicamento (0,25 a 0,3 mg) pode ser mais eficiente para o uso regular.

Se você quiser combater o estresse de forma saborosa e natural, opte pelo chá de camomila. Ele é relaxante e você pode consumi-lo quantas vezes quiser.

Outra solução natural, porém, forte, é a Passiflora Caerulea, nativa do sudeste dos Estados Unidos. Os produtos feitos desta planta estão disponíveis em lojas de ervas e alimentos 100% naturais. Há duas maneiras de ingeri-la: (1) através de cápsulas de extrato padronizado, ingerindo-o até duas vezes ao dia; (2) misturando-a com um pouco de água ao inserir sua forma líquida por meio de um conta-gotas. A Passiflora Caerulea é um relaxante natural e não funciona como sedativo.

Referências bibliográficas
[1]https://www.drweil.com/health-wellness/body-mind-spirit/sleep-issues/ashwagandha-for-
better-sleep/
[2]https://lifespa.com/5-reasons-use-ashwagandha-sleep/
[3]https://www.curejoy.com/content/ashwagandha-for-insomnia-and-dosage-for-better-sleep/

Postado em Chás & Ervas no dia 08 de Maio de 2018

Comentários

Leia também...

Erva de São João - Para que serve? Quais os benefícios? Como usar?

A Erva de São João (hypericum perforatum, st. john's wort ou rosácea) é uma planta de flores amarelas que tem sido usada na medicina europeia tradicional desde a idade antiga pelos gregos. Essa planta surgiu na Europa, mas rapidamente se espalhou pelas Américas, Rússia, Ásia, China e Oriente Médio e hoje é encontrada em praticamen... Leia o artigo »

06/02/2018

Ashwagandha pode ajudar a dormir?

A pergunta principal, que serve de título ao texto, esclarece até onde queremos chegar. Mas não apenas responderemos a esta questão, como também falaremos sobre o próprio Ashwagandha, a mencionar: os fatores que causam insônia, os mecanismos fisiológicos responsáveis pelo sono, a dosagem correta na utilização deste medicam... Leia o artigo »

08/05/2018

Chá de camomila - Seus benefícios e efeitos no sono

Há um tempo atrás postamos um artigo no blog respondendo a pergunta se o chá de camomila realmente ajuda a dormir, a resposta curta e grossa é sim, se quiser saber mais leia o post nesse link, é um post curioso e vale a pena a leitura. Dessa vez resolvemos fazer uma pesquisa mais extensa sobre todos os benefícios da camomila para que você saiba como ... Leia o artigo »

04/02/2016