'Dez vezes ao dia deves saber vencer-te a ti mesmo; isto cria uma fadiga considerável.' Nietzsche (Zaratustra)

Cobertores e lençóis - Guia completo

A roupa de cama está para além de um simples “capricho”. Em termos de qualidade, trata-se de um fator que pode ou não beneficiar o sono. Antes de escolher as peças principais, lembra-se: é recomendável conhecê-las, a começar pelos cobertores e lençóis.

Nosso artigo é um guia esclarecedor, resumido e acessível. Você encontrará, em cada parágrafo, informações e curiosidades acerca dos itens propostos aqui, para que haja mais conhecimento ao comprá-los.  

Boa leitura!

1 - Breve história

Ela, a popular roupa de cama, não é um costume recente. Conhecê-la significa investigar dados históricos interessantes, embora ainda desconhecidos por muitos. Pois bem: desde os séculos mais distantes, cobertores e lençóis revestem a cama de homens e mulheres que viveram na Antiguidade.

Tida como planta herbácea, o linho já era cultivado no antigo Egito e, com ele, confeccionava-se a própria roupa de cama. Podemos considerá-lo dono de uma fibra absorvente e capaz de proporcionar frescor em lugares de clima quente. Quando limpo, o tecido de linho emite um brilho especial.

Observando os usos e costumes de outros povos – sobretudo, aqueles que nos influenciaram –, a roupa de cama veio com os europeus durante a época da colonização, período que durou, em média, 200 anos de transformação cultural. E a participação das mulheres foi importante na difusão deste hábito. Elas trabalharam com empenho na fabricação lençóis, cobertores, fronhas, toalhas... ou seja, tudo que o linho possibilitasse, entre os séculos 17 e 19, em território norte-americano.

Ainda nos Estados Unidos, o algodão foi adotado como principal material de confecção na primeira metade do século 19. Mais adiante houve avanços tecnológicos, é claro, promovendo a fabricação de peças a partir de novos materiais.

2 - Tipos de tecido

Nos subtópicos a seguir você conhecerá, como sugerido acima, os principais tipos de tecido. Deste modo, antes de escolher o cobertor ou lençol de seu interesse, saiba se eles têm a ver com aquilo que você realmente procurando.

2.1 - Algodão

O algodão é sinônimo de popularidade, e não faltam boas razões para isso, uma vez que é fácil de ser lavado e respirável. Por que não o considerar uma boa opção para aquelas pessoas que sofrem de sudorese noturna?

O algodão, com o tempo, também aumenta sua maciez, possibilitando maior conforto dos que escolhem cobertores feitos com este incrível material.

Outros tipos de algodão: 

Algodão egípcio

Digamos ser uma das variações mais luxuosas. Este tecido oferece grande suavidade e qualidade satisfatória. Como já é de se suspeitar, este algodão é cultivado no norte da África e sua composição apresenta fibras extralargas, o que dá aos cobertores e lençóis deste material tamanha suavidade e lisura.

Algodão de pima

É um material que transmite suavidade e encanto, graças ao seu brilho natural. Suas fibras variam entre médias e extralongo, resultando ótimos jogos de cama. Costuma-se cultivar este algodão no sudoeste dos Estados Unidos, em conjunto com outros locais.

2.2 - Flanela

Pensou em noites frias? Então, os cobertores de flanela são uma excelente escolha. Este material é capaz de reter o calor do corpo, mantendo-o aquecido. Ela também é feita de algodão que, neste caso, foi desfiado a fim de deixá-lo mais macio e suave. Seus fios passam por um processo de “raspagem”, para que tenhamos maior contato com a delicadeza de suas fibras.

2.3 - Lyocell

Talvez você nunca tenha ouvido falar neste tecido. Podemos considerá-lo sofisticado, pois sua composição contém celulose de madeira. Os lençóis feitos de lyocell estão alcançando maior popularidade, já que é um produto que promove a sustentabilidade, higiênico (conserva o corpo livre do suor), tem longa durabilidade e muito confortável.

2.4 - Seda

Em nosso blog, a seda é um assunto frequente. Até disponibilizamos um guia completo sobre este tecido, para você que sempre o admirou.  A loja virtual do Dorminhoco também vende produtos que são feitos seda, sabia? Confere lá!

No mais, lençóis de seda são considerados hipoalérgicos, ou melhor, não oferecem risco aos usuários que possuem alergias. Suas fibras são produzidas por uma larva chamada bicho-da-seda, o que requer cuidados especiais. De fato, muito se fala sobre seu preço, que é mais elevado que o de outros tecidos, mas cabe vê-lo com um ótimo investimento para suas noites de sono, acredite.

2.5 - Poliéster

As fibras de poliéster costumam ser combinadas com outros tecidos para, então, produzir peças (lençóis e afins) mais econômicas. Do contrário, pode-se dizer que o poliéster é por si só insuficiente em matéria de conforto, a considerar sua textura rígida e áspera. Aliás, a partir deste material se fabrica cobertores de baixa qualidade e são mais baratos. Entretanto, o poliéster pode compor um tecido de ótima qualidade quando combinado com algodão, por exemplo.

2.6 - Microfibra

Em resumo, a microfibra é um poliéster que passou por um processo no qual seus fios foram tecidos muito finamente. O lado bom é que os cobertores de microfibra dificilmente apresentam são manchados, além de apresentarem durabilidade – com eles, seu filho pode brincar na cama ou você não precisa se preocupar caso queira comer algo nela.

Em comparação ao algodão, a microfibra é menos respirável: atributo que transforma seus lençóis e cobertores ideais para os dias frios. Ela não só aquece, como também se mostra mais macia em relação ao poliéster. 

2.7 - Bambu

Escolher uma peça criada a partir de tecido de bambu é uma ótima opção. É um material que tem sido aprimorado a cada ano, e basta experimentá-lo para perceber sua textura macia, acompanhada por um tecido de alta durabilidade, respirável e antibacteriano. São qualidades que podem superar as do algodão e da seda, oferecendo um preço mais acessível.

3 - Considerações finais

Então? Nosso artigo foi útil para você? Agora, é possível entender como cobertores e lençóis podem ser diversificados, agradando todos os gostos e bolsos.

A roupa de cama que usamos no dia a dia é, em pequena ou grande quantidade, formada por peças que desenvolvem papéis importantes, como a própria capa para travesseiros, por exemplo. Cuidar do ambiente onde você dorme significa cuidar do sono e, ao mesmo tempo, de sua saúde – o mais importante.

Referência bibliográfica:
https://www.wholesalebeddings.com/different-types-of-bed-sheets

Texto postado em 09 de Julho de 2020 .

Comentários

Leia também...

Como ensinar meu filho a dormir cedo?

Ainda que aos poucos, devemos educar nossas crianças para que, um dia, sejam independentes. Seria uma ótima decisão começar pelo sono, não acha? Pois dormir só, apoiando-se em hábitos noturnos essenciais, será um fator positivo para o desenvolvimento de seu filho. Mas... como atingir esta meta? É um objetivo desafiador, a gente sabe, p... Leia o artigo »

16/04/2020

O que sua posição de dormir diz sobre você

Será que existe uma relação entre a posição na qual você dorme e sua personalidade? Um estudo, feito pelo professor britânico Chris Idzikowski, sugere que nosso corpo pode nos dar pistas sobre nossa personalidade, mesmo quando estamos dormindo.  Chris Idzikowski entrevistou mil homens e mulheres, e encontrou uma correlação... Leia o artigo »

09/02/2014

O que é o Jet Lag social?

Dormir tarde e acordar cedo: isto lhe parece ser algo familiar? Caso sua rotina seja assim, provavelmente ela é igual a de milhares de brasileiros. Talvez alguém diga que ter poucas horas de sono é comum em uma vida agitada, “produtiva”, ainda que terríveis consequências (pouco conhecidas...) possam afetar a saúde. Por acaso este fenômeno,... Leia o artigo »

29/10/2018

Ler antes de dormir realmente ajuda?

Boas ideias acompanham o sono do leitor que, tradicionalmente, conserva um livro na cabeceira. Páginas físicas ou virtuais: o importante é ler! Sempre mexe com a imaginação conhecer heróis que resistem ao canto das sereias ou veem gigantes em moinhos de vento. Outros leitores, descompromissados, afirmam encontrar nas linhas de qualquer pará... Leia o artigo »

03/12/2018

Conheça o sono Polifásico

A expressão “sono Polifásico” ainda soa estranho para muitos ouvidos. Você sabe o que estas duas palavras significam? De fato, tem a ver com um determinado padrão de sono bastante incomum.   Neste artigo, trazemos sua definição, possíveis efeitos colaterais, curiosidades e outras informações esclarecedoras. Boa leitura!... Leia o artigo »

27/09/2019

Compartilhe

Preencha seus dados aqui e junte-se a 5416 pessoas e receba no seu email dicas para dormir melhor.

Sobre

Passamos em média 36% da nossa vida dormindo e sabemos que uma noite ruim de sono significa num dia não muito bom pela frente. Através da nossa loja e blog, nosso objetivo é ajudar você dormir melhor. Leia um pouco sobre nossa história.